VLI DESKTOP TOPO
SABESP AGOSTO MOB

Biblioteca Municipal de Itanhaém retoma atividades com novo sistema de empréstimos

O atendimento presencial para o empréstimo das obras ocorre das 8 às 14 horas, no local

Comentar
Compartilhar
28 JUL 2020Por Da Reportagem11h10
As devoluções também serão aceitas, e as multas abonadas até o dia 31 de julhoFoto: Divulgação / Prefeitura Municipal de Itanhaém

A crise em decorrência da pandemia de coronavírus mudou a forma como vemos o mundo, como nos relacionamos e como lidamos com o 'novo normal'. A quarentena transformou o tempo em casa em viagens pelo mundo da imaginação, algo que só a leitura, em sua riqueza de detalhes, é capaz de nos proporcionar. E aos amantes da literatura, aí vai uma novidade: a Biblioteca Municipal Poeta Paulo Bomfim retomou as atividades, porém com um novo sistema de empréstimos.

Antes da retirada de livros, o leitor terá de reservar, previamente, os títulos que deseja levar para casa. A solicitação deve ser realizada pelo telefone (13) 3426-1477 ou pelo e-mail [email protected], com o assunto ‘Reserva de Livros’. O acervo da Biblioteca Municipal se encontra disponível no site da Prefeitura, na plataforma da BIBLIVRE. Ao acessar a página, busque o título na pesquisa bibliográfica simplificada. O atendimento presencial para o empréstimo das obras ocorre das 8 às 14 horas, na Rua Cunha Moreira, 71, no Centro.

As devoluções também serão aceitas, e as multas abonadas até o dia 31 de julho. A medida obedece ao 2º artigo do decreto 3.949, de 10 de julho de 2020, baseando-se na Fase Amarela para atividades culturais, na qual se faz a obrigação de controle de acesso e hora marcada para a utilização de outros serviços. É importante ressaltar que os demais serviços, como exposições, oficinas, telecentro e Cine Miranda permanecem suspensos.

Com o BIBLIVRE versão 3.06, software atestado pela Fundação Biblioteca Nacional, os frequentadores se deparam com obras completas de renomados escritores, como Machado de Assis, Jorge Amado, Euclides da Cunha, Érico Veríssimo, José de Alencar, João Guimarães Rosa, João Cabral de Mello Neto, Victor Hugo, Dante Alighieri, Luís de Camões, entre outros.