Radares móveis voltam a operar na quarta-feira (18) em Guarujá

Equipamentos vão funcionar em três pontos previamente levantados pela Ditran

Comentar
Compartilhar
12 ABR 2018Por Da Reportagem15h16
O aferidor de velocidade funcionará em três pontos específicosFoto: Divulgação

A partir da próxima quarta-feira (18), um equipamento de radar móvel voltará a operar na Cidade, desde a paralisação deste serviço no início do ano passado. O aferidor de velocidade funcionará em três pontos específicos depois de uma análise da Diretoria de Trânsito e Transporte Público dos locais que mais tiveram acidentes por excesso de velocidade nos últimos anos. A Diretoria também atendeu um pedido da Câmara de Vereadores, que solicitou a recolocação dos aparelhos.

Um dos pontos escolhidos é a Avenida Manoel Albino, na altura do número 461, entre o restaurante Majella e o Hortifruti. Este local já registrou 52 acidentes desde 2016.el terá o equipamento de velocidade para o limite de 40 km/h, conforme a sinalização já existente. Esta é uma avenida muito movimentada da Cidade, que liga a parte das praias do Guaiuba, Tombo, Santa Cruz, Astúrias ao Santa Rosa/Ferry Boat.

Outra via escolhida para este primeiro momento é a Avenida Marjory Prado, que terá a instalação em dois pontos (altura dos números 1771 e 1258). O limite é de 50km/h e foram registrados 72 acidentes desde 2016, sempre com alto índice de vítimas envolvidas. A via não tem radares fixos e se fez necessária a colocação periódica deste equipamento móvel, assim como na Manoel Albino.

De acordo com o diretor de Trânsito de Guarujá, Rodrigo Beccari, a escolha destes pontos se deu por dar mais segurança tanto para motoristas e pedestres. "Temos que ter consciência no trânsito, pois respeitar as leis é respeitar a sua vida e a vida do próximo. O radar é uma medida educativa, de controle de tráfego, temos a obrigação de reduzir as ocorrências relacionadas a acidentes no trânsito", declarou.