Prefeitura tem aprovada proposta de reajuste de 3,35% aos servidores

Aprovação ocorreu durante assembleia da categoria realizada na última semana

Comentar
Compartilhar
02 ABR 2018Por Da Reportagem15h37
Na proposta encaminhada pela Prefeitura há ainda reajuste no auxílio alimentação, que passa dos R$ 600,00 para R$ 650,00Foto: Divulgação/PMG

A Prefeitura de Guarujá teve aprovada a proposta de reajuste salarial anual de 3,35% aos servidores do quadro do funcionalismo. A aprovação ocorreu durante assembleia realizada pela categoria na última semana. A proposta foi encaminhada, por meio de ofício, aos Sindicatos dos Funcionários Públicos da Prefeitura (Sindiserv) e dos Professores de Escolas Públicas Municipais de Guarujá e Região (Siproem).

Na proposta encaminhada pela Prefeitura há ainda reajuste no auxílio alimentação, que passa dos R$ 600,00 para R$ 650,00. Já o valor do auxílio para aquisição e manutenção de uniforme (AAMU) pago hoje é de R$ 150,00 e com o aumento, irá para R$ 160,00. Outro item é quanto à subvenção ao plano de saúde. Atualmente, a Administração Municipal repassa aos Sindicatos R$ 100,00 e com a aprovação pela categoria será de R$ 110,00.

De acordo com o secretário de Administração de Guarujá, Agnaldo Beghini, mesmo diante de um cenário, que ainda possui reflexos gerados pela crise econômica, a Prefeitura tem realizado todos os esforços. "É preciso conciliar as reivindicações com os orçamentos anuais e os recursos financeiros, sem prejuízo às prestações de serviços aos munícipes. Deste modo, o objetivo do prefeito Válter Suman é de sempre melhorar as condições e dar a valorização que o servidor merece, para que avancemos ainda mais".

Além disso, destaca-se entre as propostas apresentadas nas cartas reivindicatórias dos Sindicatos, ganho real de 6% para recomposição remuneratória do poder aquisitivo dos servidores efetivos, devido a perdas passadas. A Administração assegura a reposição de perdas salariais nos vencimentos na seguinte conformidade: 

a) 1,0% (um por cento) sobre os vencimentos de março de 2018, a partir de julho de 2018;

b) 1,0% (um por cento) sobre os vencimentos de março de 2019, a partir de julho de 2019;

c) 1,0% (um por cento) sobre os vencimentos de março de 2020, a partir de julho de 2020

Siproem - Nesta terça-feira (3), acontece a assembleia do Siproem, da qual a Prefeitura também aguarda aprovação das propostas já apresentadas pelo chefe do Executivo.