Prefeitura resgata torneios escolares com a 1ª Olimpíada Estudantil Municipal

O evento teve como convidada especial a ex-jogadora de vôlei, campeã olímpica e mundial Hélia Rogério, conhecida como 'Fofão'

Comentar
Compartilhar
08 AGO 2018Por Da Reportagem14h51
Mascote da Olimpíada é apresentadoMascote da Olimpíada é apresentadoFoto: Helder Lima/PMG

Os torneiros esportivos estão de volta à rede municipal de ensino de Guarujá. Na última terça-feira (7), a Prefeitura deu o pontapé inicial nesse resgate, com a realização da 1ª Olimpíada Estudantil Municipal. A abertura oficial ocorreu no Centro Esportivo Duque de Caxias, o Ginásio do Tejereba (Praça Horácio Lafer, s/nº - Jardim Tejereba).

A cerimônia contou com a presença da ex-jogadora de vôlei, medalhista olímpica e campeã mundial Hélia Rogério, a "Fofão". Além de sua trajetória esportiva, a ex-atleta falou da importância da integração entre a escola e o esporte, deixando uma mensagem de incentivo aos alunos guarujaenses.

"Fui descoberta na escola o que me motivou muito porque eu nem sabia que poderia ser uma atleta. E tudo começa na escola, de lá podem sair grandes atletas e grandes pessoas. Então, quando a oportunidade aparece você tem que aproveitar, porque ela pode ser única", contou Fofão.

A 1ª Olimpíada Estudantil Municipal reúne cerca de 1.250 alunos, que representam 26 unidades do ensino fundamental I e II da rede municipal. O evento também teve o desfile das unidades participantes, e hinos cantados pelo coral das escolas Ivonete da Silva Câmara (Jardim Conceicãozinha), Benedito Cláudio (Jardim Santa Maria) e Lúcia Flora (Jardim Progresso).

Orgulhoso com a realização da Olimpíada, o prefeito da Cidade, Válter Suman, lembrou da época em que era estudante. "No meu tempo gostava muito de praticar esportes. Quando pequeno cheguei a participar de olimpíadas escolares. Parabéns a todos os envolvidos neste grandioso evento. Quem ganha com essa realização é a Cidade e vocês, alunos", declarou.

Na terça-feira (7), também rolou o primeiro jogo da Olimpíada Estudantil, com a modalidade futsal masculino, pela categoria sub15. A partida foi entre as escolas Dirce Valério (Jardim Tejereba) e Francisco Figueiredo (Santa Clara). Subdividindo os estudantes conforme a sua respectiva faixa etária, a Olimpíada ocorre em duas etapas. A primeira é direcionada aos 850 alunos do Ensino Fundamental II, que corresponde às turmas do 6ª ao 9º ano – compostas por jovens de 11 a 15 anos de idade.

Estes disputam os jogos de basquetebol, voleibol, futsal, handebol, futebol, xadrez e tênis de mesa. Além disso, também podem participar da Modalidade Demonstrativa, onde os estudantes podem realizar apresentações esportivas e culturais. São apresentações de dança, capoeira e afins. A primeira etapa se estende até o dia 29 de agosto.

Intitulada Festival Esporte-Recreativo, a segunda etapa ocorre em outubro e terá a participação dos 400 estudantes do Ensino Fundamental I.  Na oportunidade, as crianças que têm entre 8 e 10 anos de idade poderão participar de uma série de atividades recreativas, incluindo mini-atletismo, xadrez e futebol. A iniciativa será realizada no Forte dos Andradas (Rua Horácio Guedes Barreiros, S/N – Tombo/Jardim Guaúba).

"Parabéns a todos por esta grande Olimpíada Estudantil. Valeu a vocês profissionais da rede e alunos por abraçarem esta ideia. Este era um antigo pedido do nosso prefeito, que hoje se concretiza neste grandioso evento, do qual nossos alunos merecem nosso comprometimento", destacou o vice-prefeito e secretário de Educação, Esporte e Lazer de Guarujá, Renato Pietropaolo.

Mascote da Olimpíada é apresentado

Outros momentos marcaram a Olimpíada. Teve demonstração de habilidades, enterradas de basquete, muita dança e show de embaixadinhas. Na oportunidade foi apresentado o mascote da Olimpíada: o dragão Mobrý. O desenho que ganhou forma real é fruto de um concurso desenvolvido na rede municipal que teve como ganhadora, a aluna Yuli Rodrigues Ikehara, do 9º ano da EM Lucimara de Jesus (Santa Rosa). "Estou bem feliz por ganhar o concurso de desenho. Gosto muito de mangás e pensei em fazer um dragão porque o mapa de Guarujá é em formato de um dragão", contou Yuli. 

"Parabéns a todos por esta grande Olimpíada Estudantil. Valeu a vocês profissionais da rede e alunos por abraçarem esta ideia. Este era um antigo pedido do nosso prefeito, que hoje se concretiza neste grandioso evento, do qual nossos alunos merecem nosso comprometimento", destacou o vice-prefeito e secretário de Educação, Esporte e Lazer de Guarujá, Renato Pietropaolo.