Prefeitura de Guarujá realiza live para explicar sobre linha de crédito emergencial

Setores mais vulneráveis, como bares, academias e salões de beleza, poderão solicitar empréstimos que variam de R$ 200 a R$ 10 mil, com a taxa de juros de até 0,35% + taxa SELIC ao mês

Comentar
Compartilhar
09 ABR 2021Por Da Reportagem10h50
Os empréstimos variam de R$ 200 a R$ 10 mil, com a taxa de juros de até 0,35% + taxa SELIC ao mês, com prazo de até 36 meses para pagar, e carência de 90 diasOs empréstimos variam de R$ 200 a R$ 10 mil, com a taxa de juros de até 0,35% + taxa SELIC ao mês, com prazo de até 36 meses para pagar, e carência de 90 diasFoto: Divulgação / Prefeitura Municipal de Guarujá

Para orientar os empreendedores sobre como efetuar a solicitação da linha de crédito emergencial junto ao Banco do Povo Paulista (BPP), a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Portuário (Sedep), realizará uma live no próximo dia 14, às 10 horas. A liberação de crédito é uma medida do Governo do Estado para auxiliar os setores mais vulneráveis, como bares, academias e salões de beleza, a enfrentarem a pandemia.

O bate-papo será pela plataforma digital Microsoft Teams. Os interessados em participar deverão se inscrever por meio do Whatsapp da Sedep (13) 3040-7432. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 10 às 14 horas.

Durante a reunião, os empreendedores poderão tirar dúvidas e receberão instruções sobre as documentações necessárias e como solicitar o crédito, que deverá ser feita exclusivamente através do site do Banco do Povo.

De acordo com o Governo do Estado, a linha emergencial do BPP estará disponível a partir de segunda-feira (12). Ao todo, serão aportados mais de R$ 50 milhões para ajudar os setores mais vulneráveis durante a pandemia, como bares restaurantes, academias e salões de beleza.

Os empréstimos variam de R$ 200 a R$ 10 mil, com a taxa de juros de até 0,35% + taxa SELIC ao mês, com prazo de até 36 meses para pagar, e carência de 90 dias. A finalidade do crédito deve ser para capital de giro. Para outras informações, os munícipes podem entrar em contato pelo Whatsapp da Sedep.