X

AMBIENTAL

Prefeitura de Guarujá quer cobrar taxa para turista entrar na cidade

Proposta prevê cobranças diárias para ingresso e permanência, por mais de três horas, de veículos de fora da Baixada Santista; veja valores

PATRÍCIA PASQUINI - Folhapress

Publicado em 20/11/2023 às 18:12

Atualizado em 20/11/2023 às 18:15

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Praia de Pitangueiras, em Guarujá / Arnaud Pierre Courtadon/DL

A Prefeitura de Guarujá quer implantar uma TPA (Taxa de Preservação Ambiental) a turistas. A cobrança teria o objetivo de minimizar os impactos gerados pelo grande número de visitantes na alta temporada e nos feriados.

Uma audiência pública sobre o tema está marcada para a próxima sexta-feira (24). A expectativa é que a proposta seja encaminhada à Câmara Municipal ainda neste ano.

Elaborada pela Semam (Secretaria Municipal de Meio Ambiente), a proposta prevê cobranças diárias para ingresso e permanência, por mais de três horas, de veículos de fora da Baixada Santista. O dinheiro arrecadado será destinado ao Fundo Municipal de Meio Ambiente, segundo a pasta.

As taxas seriam de R$ 4,26 a R$ 119,28, a depender do porte do veículo (veja abaixo). Os valores correspondem a até 28 UFMs (Unidade Fiscal do Município).

Na avaliação da professora Suely Gama, coordenadora do curso de engenharia ambiental e sanitária da FMU, a cobrança é válida desde que a promessa seja cumprida.

"Precisaríamos ter a garantia de que esse valor seria devidamente investido", afirma Gama.

"Nem sempre o turista está preocupado em preservar o ambiente, ele deixa o que chamamos de pegada ambiental. Ele consome, descarta, usa material que polui. Um exemplo é a festa de Ano-Novo, a sujeira que fica em todas as praias."

A medida também pode ter um caráter educativo, acrescenta a professora. "A taxa para recompor o ambiente pode ser interessante, porque vai fazer a pessoa pensar duas vezes. Ela se lembrará de que também está produzindo algumo ruim para aquele local e que contribuirá para a limpeza", diz Gama.

Segundo a Prefeitura de Guarujá, a taxa será exclusiva para visitantes. A proposta isenta veículos de moradores de Guarujá e das outras oito cidades da Baixada Santista do pagamento da taxa, desde que estejam cadastrados.

Quem tem casa de veraneio na cidade terá o direito de cadastrar até dois veículos.

Veículos de serviços essenciais como ambulâncias, viaturas policiais, de transporte público coletivo e carros fúnebres também não pagarão. O mesmo vale para quem estiver a trabalho, abastecendo o comércio local ou de passagem breve (inferior a três horas).

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Como será a cobrança

Os motoristas terão até 72 horas para registrar a entrada e deverão fazer isso todas as vezes que visitarem a cidade. Caso isso não aconteça, o município emitirá um boleto de pagamento com valor correspondente às diárias, além de multa.

Todos os veículos de fora da Baixada Santista que circularem por Guarujá deverão efetuar o cadastro pela internet ou postos físicos de recolhimento definidos pela prefeitura. Caso se enquadrem nos critérios de cobrança, deverão efetuar o pagamento conforme a previsão do tempo de permanência na cidade.

Os relatórios de movimentação de entrada e saída de veículos no município, bem como os valores arrecadados, serão disponibilizados no site www.guaruja.sp.gov.br.

Caso a proposta seja aprovada, o monitoramento para aplicação da TPA será feito por fiscalização eletrônica, e a prefeitura abrirá licitação para contratar a empresa responsável pela instalação de câmeras inteligentes nas entradas e saídas de Guarujá e do distrito de Vicente de Carvalho. A forma de cadastro também dependerá da empresa que vencer o processo licitatório.

Valores da TPA

R$ 4,26 para motocicletas, motonetas e ciclomotores (acima de 50 cilindradas)
R$ 12,78 para veículos de pequeno porte (compactos e médios)
R$ 17,04 para veículos utilitários (caminhonetes, SUVs, kombis e outros)
R$ 42,60 + taxa de entrada para vans de turismo
R$ 55,38 + taxa de entrada para micro-ônibus de turismo, motorhomes e caminhões (dois eixos)
R$ 119,28 + taxa entrada para ônibus de turismo e caminhões (acima de três eixos)

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Futebol

Santos estreia na Brasil Ladies Cup em busca do primeiro título no ano

Sereias da Vila enfrentam a Seleção do Paraguai na próxima segunda-feira (04) pela 1ª rodada da competição

EM TODAS AS 645 CIDADES

SP: Ativação do 5G será liberada em todo o Estado na segunda-feira (4)

Moradores podem solicitar troca gratuita das antenas parabólicas tradicionais pelas digitais; sinal já está disponível em uma em cada cinco cidades paulistas

©2023 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software