X

Guarujá

Prefeitura de Guarujá multa empresa em R$ 150 mil por vazamento de óleo

Decisão foi tomada porque a empresa descumpriu o artigo nº 146 do Código de Posturas Municipal, que descreve sobre poluição das águas

Da Reportagem

Publicado em 18/07/2018 às 10:31

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

A Prefeitura de Guarujá, por meio da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), multou a empresa Serena Construções e Reparos Navais, de Niterói-RJ, em um valor estimado de R$ 150 mil, devido a um vazamento de óleo, na manhã do último sábado (14), na Margem Esquerda do Porto de Santos, em Guarujá. Na manhã desta terça-feira (17), a Semam e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) realizaram uma vistoria no local.

A decisão foi tomada porque a empresa descumpriu o artigo nº 146 do Código de Posturas Municipal, que descreve sobre poluição das águas. Além da multa aplicada, as operações da empresa foram interditadas.

"A Secretaria de Meio de Guarujá tem um padrão de fiscalização portuária já conhecida, e está sempre atenta a esse tipo de ocorrência. Vamos continuar patrulhando efetivamente, com nossos barcos, qualquer tipo de irregularidade que prejudique o Meio Ambiente", afirmou o secretário municipal Sidnei Aranha.

Caso haja reincidência em um período de dois anos, o valor da multa dobrará, conforme previsto no artigo nº 294 do Código de Posturas (Lei Complementar 44/1998).

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Negou

Ex-prefeito Bili garante que não houve dolo e que vai recorrer de decisão

O juiz Leonardo de Mello Gonçalves, da Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), condenou o ex-prefeito Luis Cláudio Bili Lins da Silva por improbidade administrativa e dano ao erário

Itanhaém

Vamos ajudar? Banco de leite materno de Itanhaém precisa de doações

O alimento pode ser compartilhado para ajudar a salvar a vida de diversos bebês na UTI Neonatal

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter