Prédios municipais de Guarujá sofrem em média um ataque a cada dois dias

De 7 de março a 9 de abril, ao todo 27 equipamentos municipais foram atacados; Foram registradas 42 ocorrências desde o início do ano

Comentar
Compartilhar
10 ABR 2017Por Da Reportagem16h54
Quarenta e dois equipamentos públicos de Guarujá foram alvos de marginais desde o início do anoQuarenta e dois equipamentos públicos de Guarujá foram alvos de marginais desde o início do anoFoto: Divulgação/PMG

Quarenta e dois equipamentos públicos de Guarujá foram alvos de marginais desde o início do ano. A média é de um furto, roubo ou invasão a cada dois dias, situação que se intensificou no último mês. De 7 de março a 9 de abril, ao todo 27 equipamentos municipais foram atacados, quase um por dia.

Na última quinta-feira, a Usafa Jardim Boa Esperança, em Vicente de Carvalho, foi alvo de um furto qualificado, em que levaram uma tevê de 42 polegadas, dois monitores de vídeo, um aparelho Destro e um molho de chaves.

A situação levou o prefeito a fazer um desabafo nas redes sociais. “Triste essa ação orquestrada direcionada aos serviços públicos essenciais. Polícias civil e militar estão trabalhando para identificar os autores dessas barbáries contra nosso governo, e que atingem em cheio pessoas que tanto necessitam desses serviços. A quem interessa todo esse vandalismo?”.

No mês passado, o Município chegou a acionar o Ministério Público devido à suspeita de que grupos criminosos estivessem por trás dessas ocorrências. O então advogado Geral do Município – hoje secretário de Governo, André Figueiras Noschese Guerato, protocolizou na ocasião, junto à Promotoria de Justiça Criminal de Guarujá e ao Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), um ofício solicitando a apuração das ocorrências.

Houve rápido retorno. As investigações foram intensificadas, e a Polícia conseguiu identificar parte da quadrilha responsável pelos prejuízos e parte dos bens furtados foi recuperada. Trata-se de um trabalho diário, e o prefeito continua solicitando o empenho das autoridades na resolução do problema.

Ocorrências desde o início do ano

2/1 - Furto de alimentos que seriam doados ao Fundo Social de Solidariedade

9/1 - Furto no Creas Pop

20/1 - Furto na Regional Vila Alice

27/1 - Roubo no Centro de Capacitação

29/1 - Roubo à equipe da dengue no Pae Cará

30/1 - Roubo equipe da Dengue na Prainha (Vic de Carvalho)

1/2 - Roubo a motorista do SIAD no Bairro Pae Cará (em serviço)

5/2 - Furto da escola de governo

7/2 - Furto da escola de governo

7/2 - Furto na diretoria de segurança alimentar

9/2 - Furto no departamento de vale transporte

22/2 - Roubo à equipe da dengue no Pae Cará

5/3 - Furto no CAI

6/3 - Furto no Centro de Capacitação (Vic. de Carvalho)

6/3 - Furto na UPA Jd boa esperança (Vic de Carvalho)

7/3 - Furto no Caec Santa Rosa ( Isabel Ortega)

7/3 - Furto no Cras Enseada

7/3 – Arrombamento na Ditran

8/3 – Dano na Casa de Acolhimento

9/3 – Furto na Secretaria de Cultura

19/3 – Furto na Usafa Jardim dos Pássaros

20/3 – Roubo ao Centro de Cidadania

22/3 – Furto na Escola Municipal Pastor Samuel

26/3 – Arrombamento na Usafa Jardim dos Pássaros

27/3 – Furto no Creas Pop

27/3 – Dano na Casa dos Conselhos

27/3 – Furto no Cartório Eleitoral de Guarujá

27/3 – Furto Qualificado na Usafa Jardim Boa Esperança

29/3 – Furto na Usafa Santa Rosa

28/3 – Furto no Hospital Willian Rocha

30/3 – Furto Qualificado no Creas Pop

30/3 – Furto no Croof

31/3 – Furto na Usafa Santa Rosa

31/3 – Furto no Cras Enseada

3/4 – Furto no Caps Infantil

3/4 – Furto na EM Herbet Henry Down

4/4 – Furto Qualificado no Cras Enseada

4/4 – Furto no Cras Enseada

5/5 – Tentativa de furto na Creche Groussier Magri

6/4 – Furto Qualificado na Usafa Jardim Boa Esperança

6/4 – Tentativa de furto no CEO

9/4 – Tentativa de furto na Creche Caminho da Luz