Polícia acha quatro aves em cativeiro e aplica multa de R$ 5 mil em Guarujá

De acordo com as autoridades, os agentes realizavam um patrulhamento preventivo quando foram solicitados para apoiar uma equipe do 21º Batalhão da Polícia Militar

Comentar
Compartilhar
17 FEV 2021Por Da Reportagem10h02
Ao questionar o morador quanto à autorização do órgão competente para manter as aves em cativeiro, o mesmo informou não possuirFoto: Divulgação / Polícia Ambiental

Policiais da 1ª Companhia de Polícia Militar Ambiental resgataram diversas aves e aplicaram uma multa de R$ 5 mil contra um homem que mantinha os animais em cativeiro durante ação realizada nesta terça-feira (16) no distrito de Vicente de Carvalho, em Guarujá.

De acordo com as autoridades, os agentes realizavam um patrulhamento preventivo quando foram solicitados para apoiar uma equipe do 21º Batalhão da Polícia Militar do Interior pois eles estavam com uma ocorrência que envolvia localização de entorpecentes e de pássaros em cativeiro.

Ao chegar no local, os profissionais foram informados pelos PMs que eles haviam localizado quatro pássaros no interior da residência. Durante a vistoria no imóvel, os agentes encontraram dois ‘coleirinho papa-capim’, um canário da terra e uma pomba asa branca. Além disso, foi constatada a existência de um ‘batê’, espécie de instrumento para captura de aves, armado junto às gaiolas, porém sem nenhum pássaro no interior.

Ao questionar o morador quanto à autorização do órgão competente para manter as aves em cativeiro, o mesmo informou não possuir. Diante dos fatos, foi lavrado um auto de infração ambiental por ‘ter em cativeiro aves da fauna silvestre sem autorização da autoridade ambiental competente”, com penalidade de multa no valor de R$ 2.000,00 e um auto de infração ambiental “por caçar espécime da fauna silvestre” com multa de R$ 500,00, valores multiplicados devido à área estar inserida em zona de amortecimento, somando-se em uma multa que equivale a R$5.000,00.

Em virtude das aves apresentarem-se em ‘estados bravís’, o que expôs o fato da captura ter sido recente, a equipe realizou a soltura das aves em seu habitat natural.