Guarujá vacina população da Prainha Branca e Perequê neste sábado (26)

Durante toda a atividade, a equipe de combate à dengue estará presente realizando o 'casa a casa'

Comentar
Compartilhar
23 JAN 2019Por Da Reportagem11h10
Guarujá vacina população da Prainha Branca e Perequê neste sábado (26)Foto: Divulgação/Fotos Públicas

Um morador de Bertioga foi a primeira vítima da Febre Amarela na Baixada Santista este ano, e outras três pessoas já morreram por causa da doença em Eldorado, no Vale do Ribeira. Preocupado com a situação, o prefeito de Guarujá, Válter Suman, determinou esquema especial de vacinação neste sábado (26) em comunidades mais próximas de Bertioga.

Ele próprio estará presente, às  9h30, na vacinação dos moradores da Prainha Branca, comunidade localizada na região conhecida como Rabo do Dragão – na Serra do Guararu. Já às 11 horas, ele vacinará moradores do Perequê. A vacinação será feita na Unidade de Saúde da Família do bairro (Rua Rio Branco, 235 – Perequê). Durante toda a atividade, a equipe de combate à dengue estará presente realizando o 'casa a casa'.

Conforme último balanço realizado pela Secretaria Municipal de Saúde, mais de 190 mil pessoas foram vacinadas contra a doença em Guarujá até a primeira quinzena de janeiro - o que representa uma cobertura vacinal de 69,17%. A meta do Município é atingir aproximadamente 276 mil munícipes.

"É de extrema importância que as pessoas se conscientizem quanto à vacinação", afirma o prefeito, que também é médico da rede municipal de Saúde.

No ano passado, a Cidade desenvolveu uma campanha de vacinação contra a febre amarela, que foi iniciada em janeiro. Além disso, Guarujá foi a única Cidade da Baixada Santista a abrir as unidades para a campanha durante o Carnaval 2018. Atualmente, a vacina pode ser encontrada em 20 unidades de saúde, das 9 às 15 horas. Pode tomar a vacina toda a população a partir dos 9 meses de idade.

Restrições 

É contraindicada para crianças menores de 9 meses; gestantes; mulheres amamentando crianças de até 6 meses; pacientes em tratamento  de quimioterapia, radioterapia ou com corticoides, em doses elevadas. Em caso de dúvida consultar um médico e solicitar a autorização. Também deverão consultar o médico da necessidade da vacina, os portadores do vírus HIV, pacientes com tratamento de neoplasia concluído, transplantados, hemofílicos ou pessoas com doenças do sangue e doença falciforme.

Febre Amarela 

Doença infecciosa transmitida por meio da picada de mosquito infectado, podendo afetar humanos e animais, como os macacos. Não há transmissão direta de pessoa a pessoa. A vacina é a principal ferramenta de prevenção e controle da doença. Os principais sintomas são: febre, calafrios, dor de cabeça, dores no corpo, fadiga, náuseas e vômitos. A manifestação clínica inclui insuficiência hepática e renal, podendo evoluir para óbito.

Colunas

Contraponto