Prefeitura Santos
Prefeitura Santos Mobile

Guarujá recebe resultado e confirma terceiro caso de coronavírus no município

Trata-se de um homem, de 31 anos, profissional liberal e morador da Vila Zilda

Comentar
Compartilhar
02 ABR 2020Por Da Reportagem12h17
O primeiro caso confirmado da doença na Cidade foi no último domingo (29)Foto: Reprodução

Na manhã desta quinta-feira (02), a Secretaria de Saúde (Sesau) recebeu a confirmação do terceiro caso de Coronavírus (Covid-19) na Cidade. Trata-se de um homem, de 31 anos, profissional liberal e morador da Vila Zilda. Ele deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Vicente de Carvalho no dia 10 de março apresentando sintomas da doença. Como o paciente não tem qualquer comorbidade ou complicação, foi encaminhado para casa, onde está em isolamento desde então, e é monitorado pela Vigilância Epidemiológica.

O Município ainda tem 215 pessoas com suspeita da doença, e registra 18 pacientes internados, sendo sete em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Os demais munícipes seguem em isolamento domiciliar, conforme recomendação da Sesau.

As análises do Instituto Adolfo Lutz (IAL) já descartaram 28 casos considerados suspeitos anteriormente.

Há, ainda, a investigação de seis mortes. Todas têm em comum o quadro de sintomatologia respiratória.

CASOS CONFIRMADOS.
Na última quarta-feira (01), a Secretaria de Saúde (Sesau) já havia recebido a confirmação do segundo caso de Coronavírus (Covid-19) na Cidade. É um comerciante, de 38 anos, morador da Astúrias, que já estava sendo monitorado e em isolamento domiciliar pois tinha sintomas da doença. No sábado (29), o paciente foi ao Hospital Don Domênico (HDD) para a coleta de amostras. Já na última terça-feira (31), ele retornou ao hospital, dessa vez com sintomas de febre e tosse. Internado desde então em um leito isolado de enfermaria, seu quadro de saúde é estável, mas inspira cuidados.

O primeiro caso confirmado da doença na Cidade foi no último domingo (29), que é de um homem, de 38 anos, morador do Guaiúba, que é profissional da saúde e atua na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital na Capital Paulista. O paciente segue em isolamento domiciliar, sendo monitorado pela Vigilância Epidemiológica Municipal, e com estado de saúde bom. Foi solicitado ao paciente que informasse à Vigilância qualquer alteração em seu quadro.

ÓBITOS.
No sábado (28), um homem, de 63 anos, morador de Guarujá, faleceu no Hospital Santo Expedito, em Santos. A causa da morte foi síndrome respiratória aguda. O paciente tinha comorbidade cardiovascular.

Homem, de 30 anos, com histórico de doença cardiovascular e hepática, e que também apresentava sintomas da Covid-19. Ele faleceu na última segunda-feira (30), no PS Vicente de Carvalho.

Um idoso, de 69 anos, morreu no último sábado (28) com suspeita da Covid-19 na UPA da Enseada. Apresentava câncer de pulmão, era asmático e tinha pneumonia crônica.

Também uma mulher, de 52 anos, que veio a óbito na última sexta-feira (27), na UPA de Vicente de Carvalho, e que apresentava sintomas suspeitos da Covid-19, com quadro asmático.

Na quarta-feira (25), um homem de 75 anos faleceu no PAM da Rodoviária. A causa da morte foi síndrome respiratória aguda, mas o paciente não tinha doenças associadas.

Por fim, outro homem, este de 38 anos, estava internado no Hospital Don Domênico desde a última quarta-feira (25). Após ser transferido para a Casa de Saúde de Santos, veio a óbito também no último sábado. O paciente sofria com problemas cardiovasculares.

PLANO.
A Secretaria lembra que no dia 19 de fevereiro foi publicado no Diário Oficial do Município, o Plano de Assistência ao Paciente com Sintomatologia Respiratória, documento que reúne diretrizes aos profissionais de saúde, além de orientações e encaminhamento de pacientes.

O material de Guarujá foi pioneiro no Estado de São Paulo, sendo a primeira Cidade a adotar um fluxograma na rede de saúde. Os profissionais da saúde, inclusive, começaram a ser treinados pela Sesau no dia 11 de fevereiro.

No dia 13 de março, o prefeito de Guarujá, Válter Suman, solicitou ao Condesb reunião (realizada no último dia 16), para adotar um Plano de Contingência Metropolitano de Enfrentamento ao Coronavírus, onde foram definidas 11 estratégias de enfrentamento da Covid-19.