Guarujá quer unificar serviços de saneamento básico

A ideia central é que a empresa que prestar tal serviço também fique responsável pelo gerenciamento de resíduos sólidos e por obras de drenagem no Município

Comentar
Compartilhar
03 ABR 2017Por Da Reportagem10h40
A Sabesp vem sendo multada constantemente para Prefeitura por permitir o derramamento de esgoto nas praias, entre as regiões de Enseada e PernambucoFoto: Arquivo DL

A Prefeitura de Guarujá está estudando uma nova contratualização dos serviços de saneamento básico (água e esgoto) com a Sabesp ou se realizará uma parceria público-privada (PPP).

A ideia central é que a empresa que prestar tal serviço também fique responsável pelo gerenciamento de resíduos sólidos e por obras de drenagem no Município. De acordo com o prefeito Válter Suman, “é preciso ter consciência ambiental, coletiva e de saúde pública”, afirma.

Durante todo o ano, a Prefeitura se empenhará em um novo plano de saneamento básico, realizando reuniões e audiências públicas. O secretário de Planejamento e Gestão, Darnei Cândido, afirma que será um importante projeto que estabelece diretrizes para transformar necessidades em projetos, dentro de um cronograma e orçamento”. Com isso, o Município vai discutir quais as premissas para a futura contratualização dos serviços inerentes ao saneamento básico.

Vale ressaltar que já existia um projeto de saneamento em tramitação na Câmara, um material defasado produzido na gestão anterior.

No entanto, conforme o prefeito Válter Suman, era um projeto que precisava ser revisto e sofrer inúmeras alterações. Por isso, ele retirou o documento do Legislativo para uma análise profunda e futura reapresentação aos vereadores. O Plano de Saneamento Básico de Guarujá deve ser concluído e aprovado até o final deste ano.