X
ESTRUTURA

Guarujá encaminha ao Estado projeto técnico para obras de contenção no Morro da Barreira

Serviços devem ser iniciados até dezembro

Município aguarda análise e aprovação da Secretaria de Desenvolvimento Regional para celebração de convênio, orçado em R$ 23 milhões / Helder Lima / Prefeitura Municipal de Guarujá

Desde os deslizamentos de terra que atingiram quatro morros da Cidade, ocasionados pelo temporal de março de 2020, a Prefeitura de Guarujá vem, obstinadamente, reivindicando recursos junto aos governos Federal e Estadual para execução de obras de contenção na encosta de um dos pontos mais castigado pelas chuvas: o Morro Barreira do João Guarda.

Após insistentes cobranças, o Governo do Estado anunciou, em junho deste ano, a liberação de R$ 23 milhões para obras de recuperação da encosta do morro. No final de julho, a Secretaria Municipal de Planejamento encaminhou uma concepção do projeto das obras à Secretaria de Desenvolvimento Regional do Estado, que identificou a necessidade de ajustes.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Atendendo à solicitação, o Município enviou o material técnico para análise e aprovação do Estado, que deverá celebrar o convênio nas próximas semanas. Após a realização de trâmites burocráticos a expectativa é de que as obras sejam iniciadas até dezembro.

São intervenções semelhantes ao trabalho que já foi feito no Morro da Bela Vista, popularmente conhecido como Macaco Molhado, que visam oferecer mais segurança aos moradores e bairros adjacentes, evitando novas tragédias.

TÉCNICAS.
Ainda serão definidas as técnicas que serão utilizadas para a estabilização de solo da encosta do morro. Entre as opções estão cortina atirantada, solo grampeado com concreto projetado e solo grampeado com aplicação de geomanta MacMat. Além disso, o local poderá também receber serviços de drenagem, a exemplo do que ocorreu no Bela Vista.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mundo

Professor usa plataforma pornô para dar aulas de matemática

O taiwanês trabalhava há tempos no mercado de cursinhos, um ramo milionário em uma região marcada pela competitividade no ambiente educacional

Cotidiano

Semana terá clima maluco, por isso, leve guarda-chuva, protetor solar, casaco, para-raio e um bote

Clima indeciso marcará últimos dias de novembro

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software