X
Guarujá

Estado aprova proposta de reestruturação viária do acesso ao Aeroporto

Proposta municipal que prevê intervenções na Avenida Áurea Gonzales Conde passou pelo crivo do Dadetur, confirmada em edital no Diário Oficial do Estado

Além da recuperação do pavimento, estão previstos a revitalização de iluminação, e paisagismo / Divulgação/PMG

Um importante passo para o início da reestruturação viária do acesso ao Aeroporto Civil Metropolitano de Guarujá, na Avenida Áurea Gonzales de Conde, em Vicente de Carvalho, acaba de ser dado. Foi publicada na edição desta quarta-feira (1º) do Diário Oficial do Estado a aprovação da proposta de projeto de revitalização da primeira fase do acesso ao local, que terá mais de R$ 7,7 milhões do Governo do Estado, por meio do Dadetur (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos).

Além da recuperação do pavimento, estão previstos a revitalização de iluminação, e paisagismo. A partir da publicação desse edital, a Prefeitura de Guarujá insere no sistema do Governo do Estado a documentação técnica sobre o assunto, como projeto, planilha e cronograma.

O Estado fará uma análise e, com a aprovação, o convênio com a Prefeitura será assinado. A partir daí, estará apta para a licitação e, depois, para concluir o contrato. A expectativa é 120 dias para o início das obras após a assinatura do convênio.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

"É uma conquista enorme, porque o Município está em tratativas com a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) para consultoria da viabilidade de implantação do Aeródromo de Guarujá. Queremos dar o melhor acesso a esse aeroporto, fazendo uma avenida diferenciada, com um olhar turístico", explica a secretária de Planejamento, Polliana Iamonti.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico e Portuário, Gustavo Rondini, a obra vai favorecer todo o distrito de Vicente de Carvalho. "Na fase um, faremos toda a readequação do trecho da Rodovia Cônego Domenico Rangoni até a ponte do Cemitério da Consolação. É uma obra para fazer as adequações necessárias para a entrada do aeroporto, com uma iluminação mais adequada e paisagismo especial", adianta.

Polliana lembra ainda que o Aeroporto de Guarujá é um equipamento com alto potencial turístico e aguardado há anos pela população. "A segunda fase está sendo proposta para o Dade 2022, incluindo as avenidas Presidente Vargas, São Paulo e Castelo Branco", detalha.

Três etapas

Todo o controle do aeroporto é do Município, com a gestão e operação aos cuidados da Infraero, que atua como uma prestadora de serviços. Com 47 anos de existência, a Infraero administra, atualmente, 55 aeroportos em todo o Brasil. O 56º será o de Guarujá. O acordo prevê três etapas para colocar o aeroporto em funcionamento.

A primeira, que está em andamento, consiste exatamente nestas ações, que culminam com o registro junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e as obras de recuperação da pista, para colocá-la em condições de receber os primeiros voos. Na segunda fase, será viável a operação de jatos particulares e voos executivos. Nesse período, também será solicitada uma licença para operação de aeronaves de médio porte, como os aviões modelo ATR.

Já na terceira etapa, a Prefeitura e a Infraero buscarão novos recursos para concretizar a operação comercial no local, com a construção de novos hangares e demais estruturas físicas, possibilitando a implantação de voos comerciais com grandes aeronaves como Airbus 319 e Boeing 737, para os principais destinos do Brasil.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Política

Caso de mulher detida após xingar Bolsonaro será investigado em inquérito, decide Justiça

A decisão acata pedido do Ministério Público Federal (MPF), que apura suposta abordagem indevida e abusiva dos policiais rodoviários federais e policiais federais

Eleições 2022

Após Moro dizer que Lula 'arregou', PT afirma que não dará holofotes a ex-juiz

Em postagem no Twitter, Moro disse que Lula "arregou" ao pedir para o partido desistir por ter "medo das verdades incômodas que iriam surgir"

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software