Em dois meses, Guarujá realizou mais de mil atendimentos a pessoas em situação de rua

Serviço é realizado diariamente, inclusive no período noturno, pela equipe de abordagem social de rua

Comentar
Compartilhar
26 FEV 2021Por Da Reportagem11h37
A unidade oferta alimentação, higienização e atendimento socialA unidade oferta alimentação, higienização e atendimento socialFoto: Divulgação/PMG

Com objetivo de possibilitar o acesso à rede de serviços socioassistenciais, bem como, a reintegração ao convívio familiar para as pessoas em situação de rua, a Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (Sedeas) de Guarujá realiza diariamente o serviço de abordagem social de rua. Desde dezembro do ano passado, foi retomada a abordagem também no período noturno, até as 22 horas. O serviço já realizou em dois meses, mais de mil atendimentos individuais, além de 145 recâmbios.

Desde o período da manhã, a equipe percorre os principais pontos da Cidade, áreas estratégicas, além de verificar as denúncias que chegam via 153. Durante a abordagem, aqueles que aceitam ajuda são encaminhados ao Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop),que fica na Rua Orlando Silva, 381- Jardim Boa Esperança.

A unidade oferta alimentação, higienização e atendimento social, realizando estudo de cada caso e procedendo com os encaminhamentos necessários, sejam eles para área da saúde, documentação, entre outros. Além disso, com a intenção de construir um processo de saída das ruas é disponibilizada a opção do recâmbio, com o custeio de passagens rodoviárias para quem é de fora do Município. Havendo a necessidade é ofertado o serviço de acolhimento institucional.

A equipe também busca restabelecer os vínculos familiares. É o que explica o diretor de Proteção Social Especial, Rafael Carvalho "Fazemos esse elo do assistido com a família. Entramos em contato com os parentes e se localizado, intermediamos essa retomada de vínculos", explica.

Serviço

São diversas as causas que levam uma pessoa a procurar refúgio nas ruas, desde o abuso de álcool e drogas, conflitos familiares e até problemas financeiros. A população pode solicitar o Serviço de Abordagem Social pelo telefone (13) 3384-2756.