X

Guarujá

Criação do Plano Municipal de Combate ao Lixo no Mar avança em Guarujá

A grande meta do planejamento é garantir a preservação e a manutenção das espécies da vida marinha do município

Da Reprodução

Publicado em 25/03/2024 às 13:12

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O evento contou com diversas oficinas participativas e a Secretaria de Meio Ambiente (Semam) reuniu cerca de 150 especialistas / Divulgação

Após a realização do 1° Fórum Municipal de Combate ao Lixo no Mar, a Prefeitura do Guarujá avançou mais um passo em direção a criação do futuro Plano Municipal de Combate ao Lixo do Mar. 

Siga as notícias do Diário do Litoral no Google Notícias

A grande meta do planejamento é garantir a preservação e a manutenção das espécies da vida marinha do município. 

O evento contou com diversas oficinas participativas e a Secretaria de Meio Ambiente (Semam) reuniu cerca de 150 especialistas, estudantes, empresas, entidades e cidadãos para discutir resultados e possíveis investimentos em pesquisas, projetos e ações para aprimorar a gestão de resíduos.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

O foco do evento temático ‘Unidos pelos Oceanos’, promovido no Iate Clube, foi o futuro Plano Municipal, que nesta semana, contará com a atuação de um grupo de trabalho pré-definido (interessados inscreveram-se) para analisar os indicadores obtidos até o momento. Entre os dados estão aspectos geográficos e comportamentais, tipos de resíduos encontrados pelos pescadores artesanais e metas para os próximos cinco anos. A previsão de entrega do documento para análise final é no mês de maio.

1º Fórum Municipal de Combate ao Lixo no Mar será promovido nesta quarta em Guarujá

Atualmente, Guarujá e importantes parceiros desenvolvem quatro iniciativas inovadoras para fomentar a coleta seletiva e coibir o descarte irregular de resíduos. Os projetos Nossos Mares, que desde 2019 coletou mais de 20 toneladas de lixo das zonas costeiras; e ‘Reciclou, Ganhou!’, que de 2022 até o momento retirou mais de 100 toneladas de plástico das ruas, por meio de Eco Lojas encarregadas de trocar o reciclável por produtos como alimentos e brinquedos.

Guarujá vai utilizar totens de segurança para áreas populares e turísticas

Outras duas são novidades lançadas há menos de cinco meses: Provedor de Serviços Ambientais (PSA) do Programa Mar Sem Lixo, que paga de R$ 16,00 a R$ 653,00 aos pescadores artesanais que entregam resíduos recolhidos nas redes de arrasto; e plataforma colaborativa de referenciamento geográfico on-line onde se registram ocorrências de descarte irregular de lixo em qualquer ponto da Cidade.

Preservação dos mares é responsabilidade de todos

A gerente de suprimentos de uma empresa de plásticos com sede em Itatiba (São Paulo), Eliana Jardim, destacou que a destinação adequada dos resíduos é uma responsabilidade de todos e o Fórum fortaleceu o compromisso. “Um dos nossos objetivos é reciclar, até 2026, 300 milhões de quilos de plásticos. Além disso, também vamos seguir ampliando a compra do material pós-consumo de cooperativas, pequenas empresas e associações. Quem está na ponta da cadeia é o que mais trabalha e precisa ser valorizado para ter uma vida mais digna. A logística reversa precisa ser uma meta global”, finalizou.

Mesas temáticas

As mesas temáticas do Fórum tiveram troca direta do público com os representantes da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Ronaldo Christofoletti e Italo Braga; superintendente de Meio Ambiente e Segurança do Trabalho da Autoridade Portuária, Sidnei Aranha; presidente da Prolata Reciclagem, Thais Fagury; membro da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), Aline Lazzarotto; gestora da Área de Proteção Ambiental (APA) Marinha Litoral Centro, Maria de Carvalho; e co-fundadora da Organização Não Governamental (ONG) Espaço Urbano, Roseli Barbosa

Exposições educativas

Quem prestigiou o evento teve acesso, ainda, a uma exposição com muita educação ambiental. O espaço foi compartilhado pelo Coletivo Maravilixo, S.O.S Rio do Peixe, Porto Ecossis, Parque Laje de Santos,  Geopixel, Instituto Gremar, Green Eletron, Circular Brain, Associação Brasileira das Indústrias de Vidro (Abividro), Universidade de Ribeirão Preto (Unaerp) e Associação dos Aquaviários, Marinheiros Profissionais de Esporte e Recreio e Pescadores Artesanais do Estado de São Paulo (AAMPESP).

 Apoiadores envolvidos

O Iate Clube, Fundação Florestal, entidade S.O.S Rio do Peixe, APS, Ong Espaço Urbano e empreendimentos imobiliários da APA Serra do Guararu integram o time de apoiadores do evento

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Confira o resultado da Mega-Sena no concurso 2727, nesta terça (21)

O prêmio é de R$ 37.000.000,00

Cotidiano

Confira o resultado da Lotofácil no concurso 3109, nesta terça (21)

O prêmio é de R$ 1.700.000,00

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter