Contribuintes de Guarujá já podem pedir isenção de IPTU para 2019

Benefício está disponível, desde o último dia 2, para aposentados, pensionistas, portadores de deficiência, ex-combatentes e pessoas com mais de 65 anos

Comentar
Compartilhar
18 JUL 2018Por Da Reportagem11h05
Para ter direito ao benefício, é necessário que o contribuinte possua renda de até cinco salários mínimos, um único imóvel e nele resida, além de não ter débitos com a Prefeitura de Guarujá até a data do pedido de isençãoPara ter direito ao benefício, é necessário que o contribuinte possua renda de até cinco salários mínimos, um único imóvel e nele resida, além de não ter débitos com a Prefeitura de Guarujá até a data do pedido de isençãoFoto: Arquivo DL

Inovando mais uma vez a logística de serviços prestados pela Prefeitura de Guarujá, a Secretaria de Finanças (Sefin) começou, no último dia 2, a receber os pedidos de isenção do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para 2019, que em anos anteriores iniciava entre os meses de agosto e setembro. O benefício, que deve ser solicitado até 30 de novembro, é concedido a aposentados, pensionistas, pessoas com deficiência (física ou intelectual), ex-combatentes, pessoas com mais de 65 anos, além de feiras livres, clubes e entidades de assistência social.

Para ter direito ao benefício, é necessário que o contribuinte possua renda de até cinco salários mínimos, um único imóvel e nele resida, além de não ter débitos com a Prefeitura de Guarujá até a data do pedido de isenção.

O contribuinte que se enquadra nesse perfil pode fazer a solicitação – portando a documentação necessária, na Secretaria de Finanças, por meio da Coordenação de Receitas Territoriais – Sala 11, que atende no Paço Municipal Raphael Vitiello (Avenida Santos Dumont, 640 – bairro Santo Antônio) ou na Unidade de Atendimento ao Contribuinte, na Rua Cunhambebe, 500, em Vicente de Carvalho. O atendimento em ambos os locais é de segunda a sexta-feira, das 10 às 16 horas.

As isenções deverão ser solicitadas através de requerimento instruído com as provas de cumprimento das exigências para a sua concessão, que deve ser apresentado até 30 de novembro deste ano, sob pena de perda do benefício no ano seguinte. Mais informações podem ser obtidas nos telefone (13) 3308-7655 e no (13) 3342-5872.