X

Guarujá

Com R$ 100 milhões em inadimplência, Prefeitura fecha cerco contra devedores

Medidas estão sendo adotadas pela Administração Municipal para ressarcir os cofres públicos; não haverá mais Refis

Da Reportagem

Publicado em 29/10/2018 às 10:51

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

A região onde a inadimplência mais preocupa é a zona leste da Cidade: Enseada, Pernambuco, Perequê, até a balsa de Bertioga / Divulgação/PMG

Contribuintes de Guarujá deixaram de pagar, nos últimos 10 meses, ao todo R$ 100,7 milhões em Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Esse valor representa praticamente 1/4 do total lançado de janeiro a outubro, que foi de R$ 401,2 milhões.

A região onde a inadimplência mais preocupa é a zona leste da Cidade: Enseada, Pernambuco, Perequê, até a balsa de Bertioga. Além do adensamento populacional, essa área também tem uma grande concentração de casas de veraneio. Do total de R$ 199,9 milhões lançados para essa região de janeiro a outubro, R$ 55,3 milhões não foram pagos – ou seja, metade de toda a dívida geral da Cidade no período.

Essa situação alarma a Administração Municipal, que está fechando o cerco contra os devedores. A Prefeitura está adotando medidas enérgicas para não deixar os cofres públicos descobertos. "Não teremos mais Refis (Programa de Recuperação Fiscal)", avisa o prefeito Válter Suman, ressaltando a importância desse imposto para a Cidade.

"O IPTU é a principal fonte de arrecadação da Administração Municipal, e uma situação como esta é extremamente preocupante. Quando paga o imposto em dia, o morador contribui para a melhoria da Cidade", afirma o prefeito.

Ações

Uma das ações iniciais adotadas pela Administração Municipal para reduzir essa inadimplência está sendo, após a identificação desses devedores, o envio de cartas amigáveis a esses contribuintes, informando-os sobre as providências que podem ser adotadas pela Administração caso a situação persista. "Começamos o envio dessas cartas neste segundo semestre e já sentimos o reflexo positivo disso", afirma o secretário de Finanças de Guarujá, Adalberto Ferreira da Silva.

Foram encaminhadas 32.461 correspondências até a primeira quinzena de outubro, representando R$ 100 milhões em dívidas somente deste ano. "Desse montante, mais de R$ 3 milhões já foram pagos depois da emissão das cartas. Consideramos que esse valor não teria sido pago se não tivéssemos enviado essas correspondências", afirma o secretário.

Outra ação adotada foi a contratação de uma empresa que viabilizará aos servidores a instrumentalização necessária para a higienização do cadastro e depuração da Dívida Ativa do Município, que hoje alcança mais de R$ 5 bilhões. Os trabalhos tiveram início este mês, e o resultado será a cobrança incisiva dos contribuintes inadimplentes.

"Vamos adotar todas as medidas administrativas e judiciais cabíveis, chegando inclusive à última instância, a realização de leilão de imóveis de inadimplentes, para garantir o pagamento. Alguns pagam religiosamente, e outros não; o peso dessa diferença prejudica a todos e promove imensas dificuldades à Administração, que tem a missão de atender a todas as demandas do Município", afirma o secretário de Finanças.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Santos

Feira Santo Pet vai até este sábado, em Santos

Evento também conta com plantão de adoção da Coordenadoria de Defesa da Vida Animal (Codevida)

Cotidiano

Motorista enfrenta trânsito lento e congestionado nesta sexta-feira

Os motoristas que estão utilizando as rodovias da Região, enfrentam lentidão para chegar em seus respectivos destinos

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter