X
Guarujá

Com ajuda do Centro Pop, homem irá reencontrar a família após 38 anos

Acometido por um AVC, José Pereira vivia pelas ruas de Guarujá, na região da Praia de Pernambuco

Acometido por um AVC, José Pereira vivia pelas ruas de Guarujá, na região da Praia de Pernambuco, quando foi encontrado pela professora Simone Ribeiro da Silva, 40 anos / Divulgação/PMG

Graças ao trabalho de busca ativa realizado pela equipe do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) de Guarujá, a família de José Pereira da Silva, 62 anos, irá reencontrá-lo, após  38 anos desaparecido. O homem foi encaminhado à unidade de acolhimento na última terça-feira (18) e, com a ajuda das redes sociais, foi possível localizar a sua família.

Acometido por um AVC, José Pereira vivia pelas ruas de Guarujá, na região da Praia de Pernambuco, quando foi encontrado pela professora Simone Ribeiro da Silva, 40 anos. Ela sempre passava pela rua onde ele costumava ficar e criou um laço de amizade. Como um anjo da guarda, a munícipe buscou ajuda junto a Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (Sedeas) e levou o seo José Pereira para o Centro Pop.

"Percebi que ele estava disposto ao acolhimento, então era uma missão pessoal ajudá-lo. Acredito que precisamos ter um olhar de solidariedade para o próximo, sempre penso: e se fosse uma pessoa da minha família?", afirmou Simone.

Chegando à unidade, ele foi acolhido e começou o trabalho para localizar a família. Com os documentos em mãos, a assistente social da Prefeitura, Rúbia Gabriela Andrade de Oliveira Araújo, fez um post em uma rede social na cidade de origem do seo José, São João do Rio do Peixe (Paraíba), a fim de localizar algum parente.

"Logo em seguida, meu telefone começou a tocar e eram familiares dizendo que desde 1984 procuravam por notícias de José Pereira. Agora, a família está se organizando para buscá-lo", relatou a assistente social. Rúbia comentou ainda, que descobriu parentes no Nordeste e no Vale do Paraíba.

Essa não é a primeira vez que a Prefeitura de Guarujá consegue realizar um reencontro. Já foram muitas histórias com final feliz. Durante o ano passado, foram realizados 117 recâmbios para pessoas em situação de rua.

O recâmbio possibilita que pessoas em situação de vulnerabilidade social voltem para suas cidades de origem, bem como reencontrem seus familiares. Todo o custeio de passagens e embarque é providenciado pela Prefeitura. O Centro Pop fica na Rua Orlando, s/nº - Jardim Boa Esperança.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Caçada a Cupertino teve campana em velório e fuga em caminhão de melancia

Polícia Civil usou um leque variado de estratégias de investigação na caçada do empresário acusado de matar o ator de Chiquititas Rafael Miguel e os pais

Esportes

Palmeiras bate Juventude fora e encosta no topo do Brasileirão

Com um futebol eficiente, o time paulista fez dois gols no primeiro tempo, o terceiro nos acréscimos da etapa final

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software