Corona3

Carretas e tendas vão reforçar atendimento a casos suspeitos de coronavírus em Guarujá

Carretas e tendas serão montadas em frente ao PAM Rodoviária e à UPA de Vicente de Carvalho

Comentar
Compartilhar
20 MAR 2020Por Da Reportagem09h30
As estruturas funcionarão 24 horas, especificamente aos pacientes que apresentarem sintomatologia respiratóriaFoto: Divulgação / Prefeitura Municipal de Guarujá

Dois postos volantes compostos por duas carretas e quatro tendas vão reforçar o atendimento à população de Guarujá no enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19) na Cidade. Com suporte de banheiros químicos, parte das instalações estará montada em frente ao PAM (UPA) da Rodoviária (Avenida Santos Dumont, 856, no Santo Antonio). No local, o atendimento começa já nesta sexta-feira (20), a partir das 7 horas.

A outra estrutura (uma carreta e duas tendas) ficará em frente à UPA de Vicente de Carvalho (Avenida São João, 111, no Paecará), com o atendimento iniciando no sábado (21), também a partir das 7 horas. Em ambos os locais, as estruturas funcionarão 24 horas, especificamente aos pacientes que apresentarem sintomatologia respiratória. A iniciativa é da Prefeitura, em parceria com a organização social (OS) Pró-Vida e visa a prevenção dos munícipes.

Em cada unidade, a estrutura contará com dois consultórios médicos, recepção e sala para enfermagem. As tendas farão a triagem de pacientes com sintomas de doenças respiratórias, em atividade conduzida por um controlador de acesso. Após avaliação, o paciente poderá ser encaminhado para atendimento dentro da carreta, para devida coleta de material ou medicação.

SINTOMAS.
Segundo o Ministério da Saúde, o Covid-19 tem como principais sintomas febre, tosse, coriza e dificuldade para respirar, que são semelhantes aos de um resfriado comum.

PLANO.
Guarujá foi o município pioneiro no Estado de São Paulo a adotar um guia estratégico no enfrentamento à doença. Trata-se do Plano de Assistência ao Paciente com Sintomatologia Respiratória, que reúne diretrizes aos profissionais de saúde, além de orientações e encaminhamento de pacientes. O documento foi publico no Diário Oficial do Município em 19 de fevereiro.

Além disso, no último dia 13 de março, a Prefeitura de Guarujá propôs ao Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb) a elaboração de um Plano de Contingência Metropolitano de Enfrentamento ao Coronavírus. O colegiado, que conta com os prefeitos da Baixada Santista definiu na segunda-feira, 16, um total de 11 estratégias emergenciais metropolitanas no enfrentamento à doença.

ALERTA.
O chefe do Executivo foi pessoalmente às praias, na quarta (18), alertar banhistas sobre a necessidade do isolamento social e os perigos da doença. A ação ocorreu na faixa de areia de duas das principais praias da Cidade, Astúrias e Pitangueiras, que tinham a presença de inúmeros frequentadores de todas as idades, de crianças a idosos.

Com o apoio de agentes da Defesa Civil Municipal, da Guarda Civil Municipal e de funcionários da Secretaria de Saúde (Sesau), além de carro de som. A ação percorreu cerca de três quilômetros abordando banhistas e distribuindo panfletos com orientações sobre os cuidados necessários para evitar a propagação do novo Coronavírus.