Acordo sela construção do futuro batalhão do 21º BPM-I em Guarujá

Equipamento de segurança será construído na Enseada com investimento da iniciativa privada

Comentar
Compartilhar
21 FEV 2018Por Da Reportagem10h53
Acordo sela construção do futuro batalhão do 21º BPM-I em GuarujáFoto: Helder Lima/PMG

Uma reunião marcou, na manhã desta terça-feira (20), o fechamento de um acordo para a construção da futura sede do 21º Batalhão da Polícia Militar, na Enseada, em Guarujá.

Realizado na sala de reuniões do Gabinete, no Paço Municipal Moacir dos Santos Filho, o encontro, capitaneado pelo prefeito Válter Suman, reuniu representantes do Ministério Público, Polícia Militar, empresa Sobloco, Associação Comercial e Empresarial de Guarujá (Aceg), Instituto de Segurança Socioambiental (ISSA), secretários municipais, entre outras autoridades.

O próximo passo é a formalização de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para que essa obra, esperada há tantos anos, possa enfim começar. Na reunião desta terça-feira, foram definidas diretrizes do futuro TAC, que deve ser assinado nas próximas semanas.

Para o prefeito, trata-se de uma reunião histórica. "É uma comunhão de forças da sociedade civil organizada que irá viabilizar esse importante equipamento de segurança, tão esperado por nossa comunidade", disse Suman.

O promotor de Justiça Osmair Chamma Júnior participou da reunião e está acompanhando as tratativas para a construção do batalhão, que terá investimentos de cerca de R$ 6 milhões. Desse total, R$ 3,5 milhões serão da Sobloco, R$ 1,5 milhão da Unoeste e R$ 1,2 milhões será viabilizado pela Prefeitura, proprietária da área onde será o equipamento.

Durante a reunião, a Sobloco entregou ao prefeito o projeto executivo da obra. A expectativa é que, depois de iniciada, a construção seja concluída em 15 meses.