Zanetti diz estar mais tranquilo do que antes de Londres e ganha ouro em SP

O campeão olímpico das argola conquistou mais uma medalha de ouro neste domingo (22), na etapa de São Paulo da Copa do Mundo de ginástica artística

Comentar
Compartilhar
22 MAI 2016Por Folhapress16h30
Zanetti diz estar mais tranquilo do que antes de Londres e ganha ouro em SPZanetti diz estar mais tranquilo do que antes de Londres e ganha ouro em SPFoto: Divulgação

O campeão olímpico das argolas Arthur Zanetti, 26, conquistou mais uma medalha de ouro neste domingo (22), na etapa de São Paulo da Copa do Mundo de ginástica artística, e disse que está mais tranquilo em relação aos meses anteriores aos Jogos de 2012.

"Estou mais tranquilo. Essa carga de competições internacionais deixa o atleta mais tranquilo. Antes de Londres eu estava mais ansioso", afirmou Zanetti.

O técnico do atleta paulista, Marcos Goto, porém, disse que sobre ele a pressão é maior antes dos Jogos do Rio, comparada à última Olimpíada.

"Para ele é [mais tranquilo]. Para mim, não. A responsabilidade e a cobrança em cima de mim são bem maiores agora. Antes ninguém conhecia o Arthur", afirmou Goto.

Zanetti conquistou o ouro na etapa paulista da Copa do Mundo nas argolas com a nota 15,800. A prata foi para o argentino Frederico Molinari, com 15,050, e o bronze para o japonês Kaito Imabayashi, com 14,700.

"Gostei da prova. Essa é a série olímpica. Estou forte, mas dá sempre para ajustar alguns detalhes. Se fizer essa prova, com 15,800 ou mais, é para fazer final [olímpica]", analisou Zanetti.
 

SASAKI

Mais cedo, neste domingo, o brasileiro Sérgio Sasaki também conquistou uma medalha de ouro, na prova da barra fixa. O bronze ficou com o argentino Nicolas Cordoba. Já a prata foi para o japonês Imabayashi, que conquistou o público no Ibirapuera com uma dancinha após sua apresentação.

"A torcida do Brasil é muito boa, feliz. Os japoneses não são tão alegres. Fo a primeira vez [que ele dançou].

Estou feliz", disse Imabayashi nas poucas palavras de inglês que sabe.

Considerado um dos mais promissores ginastas do Brasil, Sasaki, 24, voltou a competir há dois meses, após mais

de um ano recuperando-se de lesões e cirurgias no ombro e no joelho. A última medalha dele em uma etapa de Copa do Mundo havia sido em novembro de 2014, na Alemanha.

DANIELE

Quem ganhou mais uma medalha de ouro neste domingo (22) foi Daniele Hypollito, 31, ao vencer a prova de solo. No sábado (21), ela foi campeã no salto. A prata ficou com a alemã Kim Ngan Bui e o bronze com outra brasileira, Carolyne Pedro.

No sábado o Brasil já havia conquistado mais três pratas e um bronze no Ibirapuera, que não reúne a elite da ginástica mundial, mas conta com os principais atletas brasileiros.