X
Esportes

Yuri não encara a Ponte Preta neste sábado; Zeca será reavaliado

O volante recebeu o terceiro cartão amarelo e não será opção no primeiro jogo das quartas de final. Já o lateral ainda sente incômodo na coxa

O volante Yuri recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Novorizontino e terá de cumprir suspensão automática / Ivan Storti/Santos FC

O Santos tem um desfalque certo contra a Ponte Preta, no próximo sábado (1), no Moisés Lucarelli, pelo jogo de ida das quartas de final do Paulistão. O volante Yuri recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Novorizontino e terá de cumprir suspensão automática.

O jogador, de 22 anos, começou o ano como titular, mas perdeu espaço nas últimas partidas. No duelo contra o time de Novo Horizonte, na última quarta-feira, ele foi opção entre os 11 iniciais, mas não teve boa atuação e falhou no gol marcado pelo atacante Henrique.

Quem também pode ficar de fora da partida deste final de semana é o lateral-esquerdo Zeca. Poupado na vitória do Peixe diante do Santo André por incômodo muscular, o jogador ainda reclama de dores na coxa esquerda e também não esteve presente no duelo desta quarta.

De acordo com a assessoria do clube, o camisa 37 passará por uma nova bateria de exames médicos nesta quinta-feira e, se for liberado, poderá voltar a ser opção. Durante a sua ausência, o meia Jean Mota, muito elogiado por Dorival Júnior, atuou na lateral esquerda.

A boa notícia é que o atacante Bruno Henrique, que foi poupado por conta de uma forte gripe, voltou aos trabalhos no CT Rei Pelé, nesta quinta-feira, e não será problema contra a Macaca. Os demais titulares, que também foram preservados, também estão confirmados na equipe.

 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Política

Datena desiste de concorrer ao Senado por SP; veja momento do anúncio

O apresentador entrou no ar em seu programa para anunciar que, mais uma vez, desistiria do pleito político

Polícia

Alesp promulga PEC que cria a Polícia Penal no Estado de São Paulo

Medida vai reforçar a segurança nos municípios, com o fim da escola de presos por policiais militares

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software