Wesley se esquiva de palpite em final e minimiza brincadeira de Robinho

"O Robinho sempre teve essa parte de brincadeira, e quem entra na pilha fica complicado. Tomara que seja um ótimo espetáculo e que vença o melhor”, completou

Comentar
Compartilhar
01 MAI 201513h46

O meio-campista Wesley veste agora as cores do São Paulo, mas já defendeu Santos e Palmeiras em sua carreira. Diante da decisão de seus ex-clubes no Campeonato Paulista, o jogador se esquivou de um palpite sobre quem será o campeão estadual.

“Ficamos tristes por estarmos fora, são coisas do futebol, mas vamos torcer para que seja um bom espetáculo, sem confusão, e que vença o melhor”, declarou o são-paulino.

O Tricolor está fora da disputa pelo título estadual porque perdeu para o Santos na semifinal. De longe, Wesley só observa a polêmica criada em torno de Robinho, que cantou uma música em ritmo de funk com a seguinte mensagem: “Eu sou o rei da rima então e vou falar para você: vamos detonar o Palmeiras, é o Peixão que vai vencer”.

Wesley atuou por Santos e Palmeiras, mas prefere não apontar um favorito por título (Foto: Rubens Chiri/Site Oficial SPFC)

O meio-campista do São Paulo entende que a música pode até motivar ainda mais o Palmeiras, mas minimiza o caso, lembrando que seu ex-colega de Santos costuma mesmo adotar o bom humor.

“Sou amigo dele e não sei até onde isso influencia. Da mesma forma, tenho amigos também no Palmeiras. Que seja uma disputa sadia entre eles. No futebol, está acabando um pouco disso, de brincadeira fora de campo. A equipe adversária já usa isso como estímulo para dar mais gás. O Robinho sempre teve essa parte de brincadeira, e quem entra na pilha fica complicado. Tomara que seja um ótimo espetáculo e que vença o melhor”, completou.

Na primeira partida da final, no Palestra Itália, o Palmeiras derrotou o Santos por 1 a 0 e, com isso, tem a vantagem do empate no confronto de domingo, na Vila Belmiro.