Wagner Leonardo aposta em solidez defensiva do Santos para resgate das vitórias

Zagueiro está confiante que o time santista terá o fim do jejum de vitórias após nove partidas sem grandes resultados no Campeonato Brasileiro

Comentar
Compartilhar
24 SET 2021Por Da Reportagem20h06
Wagner Leonardo na partida contra o Atlético-MGWagner Leonardo na partida contra o Atlético-MGFoto: Ivan Storti/Santos F.C

"A defesa é o melhor ataque." Por vezes a surrada frase se fez valer no futebol e o zagueiro Wagner Leonardo se apega no ditado popular para transmitir confiança em fim do jejum de vitórias do Santos na visita ao Juventude. O jovem acredita na solidez defensiva em evolução do clube para trazer os três pontos de Caxias do Sul, no domingo, após nove partidas de tropeços seguidos.

Em toda a temporada, o Santos ganhou apenas três vezes como visitante. Mas a significante melhora da defesa desde a chegada de Fábio Carille, com somente um gol sofrido em três jogos, já deixa os jogadores mais tranquilos e crentes que a vitória tão buscada nos últimos nove embates enfim sairá.

"O professor sempre trabalhou com sistemas defensivos sólidos. E passou isso para a gente, tem ajudado muito", afirma Wagner Leonardo. "Estamos querendo repetir essa solidez no sistema defensivo para poder dar mais tranquilidade ao pessoal do ataque de ir lá e marcar os gols para a gente sair com os três pontos", acredita.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp:


Mantenha-se bem informado.

Os santistas se fecharam para findar com a série de insucessos e vão tentar aproveitar o desespero do Juventude, na zona de rebaixamento e sem ganhar faz quatro partidas como mandante, para voltar a ganhar longe da Vila Belmiro.

"A gente está muito focado nisso (voltar a vencer fora de casa)", diz Wagner Leonardo, que fará seu nono jogo como titular, e ainda não sentiu o gostinho dos três pontos desde que foi buscado às pressas no Náutico, onde estava emprestado.

"Essa sequência é muito importante para mim. Sou cria da base e é uma honra vestir essa camisa. Desde pequeno sonho em vestir esse manto sagrado", elogia. Com o esquema de três zagueiros, o defensor de 22 anos espera "tirar a zica."