X
Esportes

Vou relaxado e não me arrependo, diz Massa sobre aposentadoria

O piloto brasileiro disse que não tem arrependimentos de sua decisão e precisava definir seu futuro antes do GP do Brasil

Felipe Massa anunciou que está deixando a Fórmula 1 definitivamente / Reprodução

O brasileiro Felipe Massa anunciou na manhã do último sábado (4), em uma postagem no Instagram, que está deixando a Fórmula 1 definitivamente. O piloto brasileiro disse que não tem arrependimentos de sua decisão e precisava definir seu futuro antes do GP do Brasil.

"Parte de mim queria continuar, porque acho que ainda sou competitivo o suficiente para estar em um carro de Fórmula 1 de primeira linha, e também porque me sinto muito bem na Williams. Mas cada história tem que chegar ao fim em algum momento, e da minha parte, não tenho arrependimentos", falou Massa em sua coluna no site Motor Sport.

Quando disputou o GP do Brasil no ano passado, tendo anunciado sua saída da Fórmula 1 dois meses antes, Massa foi cercado de homenagens, sendo até aplaudido de pé por membros de equipes rivais quando andou de volta para os boxes depois de ter abandonado a prova em Interlagos.

Muita coisa mudou desde então, no entanto: a aposentadoria foi adiada depois que Valtteri Bottas, à época seu companheiro de equipe, foi para a Mercedes na vaga de Nico Rosberg, que deixou as pistas. Massa então foi chamado de volta pela Williams, disputando a temporada deste ano -ele aparece atualmente na 11ª colocação do Mundial de Pilotos, com 36 pontos, quatro a menos que o companheiro de equipe, o estreante Lance Stroll.

"Para mim, foi um verdadeiro privilégio fazer isso e algo que eu apreciei muito, e um ano depois, estou pronto para seguir um caminho diferente, feliz com o que fiz e com o que conseguimos nesta temporada", falou o piloto brasileiro, que disse que ainda não pretende revelar o que será de seu futuro.

"É muito cedo para falar agora. Por enquanto, meu foco está em terminar a temporada. Eu tenho mais dois GPs a fazer, que serão importantes para mim e para a equipe. Considerarei todas as possibilidades que me foram oferecidas, e depois decidirei sem hesitação nem com o estresse de estar na pista a todo custo. Eu gosto de correr, me sinto competitivo, e é isso que eu quero fazer", destacou Felipe.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Política

Moro lamenta morte em SE, mas elogia Polícia Rodoviária Federal

Genivaldo de Jesus Santos morreu por asfixia em uma ação da PRF, no final da tarde de quarta-feira (25)

Saúde

Plano de saúde individual vai subir 15%, a maior alta em 22 anos

O percentual mais elevado já autorizado pela ANS até hoje havia sido de 13,57% em 2016

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software