Vladimir rebate críticas a Zeca e nega 'panelinha religiosa' no Santos

O goleiro fez elogios ao companheiro, que foi alvo de pichações na Vila Belmiro, e negou qualquer problema por conta de devoção dos atletas do elenco

Comentar
Compartilhar
21 MAR 2017Por Diário do Litoral17h10
O goleiro Vladimir saiu em defesa do lateral-esquerdo Zeca, que foi alvo de torcedores em pichação feita na noite da última segunda-feira, na Vila BelmiroFoto: Divulgação/SFC

O goleiro Vladimir saiu em defesa do lateral-esquerdo Zeca, que foi alvo de torcedores em pichação feita na noite da última segunda-feira, na Vila Belmiro. Em entrevista coletiva, o jogador fez elogios ao companheiro da equipe e interpretou as críticas como injustas.

“Há um tempo pessoal está procurando alguém para crucificar. Zeca é um baita jogador e tem nos ajudado muito. E é natural um lance em partida marcar o atleta positivamente ou negativamente. É uma crítica injusta porque estamos no começo do ano”, afirmou.

O camisa 12 do Peixe ainda defendeu a postura religiosa de boa parte dos jogadores do elenco. Esse também foi tema dos protestos. Em parte do muro, os torcedores pediram “mais raça e menos religião”, levantando a possibilidade uma possível “panelinha” dentro do elenco.

“Cada qual tem sua religião. Cada um crê no que acredita. Panela nunca existiu no Santos. Completo 10 anos em abril e em todos esses anos nunca vi panela. Jogador tem que render e treinador vai optar por quem estiver melhor”, completou o goleiro Vladimir.

 Em situação complicada no Paulistão – está em terceiro no Grupo D e fora da zona de classificação para as quartas de final – e sob pressão do torcedor, o Peixe volta a campo nesta quarta-feira, contra o São Bento, em Sorocaba. A partida é valida pela 10ª rodada do Estadual.