Vice do Santos veta contratação de Rafael Marques por conta de provocações

A principal delas ocorreu em 2015, quando Rafael Marques defendia o Palmeiras e chamou a torcida santista de 'meia dúzia de gatos pingados'

Comentar
Compartilhar
17 JAN 2018Por Folhapress17h45
Vice do Santos veta contratação do atacante Rafael MarquesVice do Santos veta contratação do atacante Rafael MarquesFoto: Ricardo Nogueira/GettyImages

O atacante Rafael Marques tinha tudo para vestir a camisa do Santos nesta temporada. O atleta estava interessado e o Cruzeiro acenou que não colocaria empecilhos para liberá-lo ao clube paulista.

No entanto, a reportagem apurou que o vice-presidente alvinegro, Orlando Rollo, vetou a contratação por conta de antigas provocações do jogador ao time da Vila Belmiro.

A principal delas ocorreu em 2015, quando Rafael Marques defendia o Palmeiras e chamou a torcida santista de "meia dúzia de gatos pingados" antes do segundo jogo da final da Copa do Brasil, no Allianz Parque.

Após o UOL Esporte revelar a possibilidade da contratação de Rafael Marques, torcedores santistas protestaram bastante nas redes sociais. Rollo tem forte ligação com a torcida santista, pois fez parte de organizadas do clube e sempre frequentou arquibancadas.

O dirigente santista, inclusive, encabeça a reforma na Vila Belmiro para que o estádio volte a ser alçapão. Alambrados, arquibancadas e vidros baixos estão sendo colocados nos lugares de camarotes.

Antes de Rafael Marques, do Cruzeiro, o clube paulista já havia tentado Barcos, Gilberto e Tréllez. Somente o atacante do Vitória ainda segue nos planos, mas a transação está emperrada.

FORA DO CRUZEIRO

Fora dos planos de Mano Menezes, o jogador está livre para negociar com outro clube. A diretoria chegou a liberá-lo para uma conversa com a Chapecoense, mas as tratativas não avançaram e o atleta optou pela permanência na Toca da Raposa II.

A recusa à equipe da Arena Condá se deu por dois motivos. O jogador gostaria de ficar em um time de maior expressão do futebol brasileiro e ele se considera adaptado a Minas Gerais. O atacante nutre amizade com Digão, Thiago Neves e Rafael Sóbis. O quarteto passou a virada do ano junto em Trancoso, na Bahia.

Rafael Marques foi contratado em maio de 2017. O clube fez um acordo com o Palmeiras para ter o atacante em definitivo. Ele assinou contrato até dezembro deste ano, mas não faz parte dos planos da comissão técnica. Por isso, o clube aceitou liberá-lo à Vila Belmiro.

Em sete meses na Toca da Raposa II, o jogador de 34 anos esteve presente em 19 partidas. Ele marcou apenas um gol e sofreu com lesões. A mais relevante foi uma cirurgia para a retirada de uma hérnia inguinal.