Valdívia tem estiramento diagnosticado e desfalca São Paulo em semifinal

O clube não divulgou uma previsão de retorno do jogador, mas a tendência é de que ele fique duas semanas longe do time

Comentar
Compartilhar
21 MAR 2018Por Folhapress21h38
Valdívia teve diagnosticado um pequeno estiramento na região posterior da coxa esquerdaValdívia teve diagnosticado um pequeno estiramento na região posterior da coxa esquerdaFoto: Divulgação/SPFC

O técnico Diego Aguirre vai ter um problema na semifinal do Campeonato Paulista. Na tarde desta quarta-feira, o meia atacante Valdívia teve diagnosticado um pequeno estiramento na região posterior da coxa esquerda e está fora da disputa da próxima fase da competição. O clube não divulgou uma previsão de retorno do jogador, mas a tendência é de que ele fique duas semanas longe do time.

O são-paulino foi submetido ao exame de ressonância magnética nesta quarta-feira. O jogador iniciou a recuperação em período integral no Reffis até ser liberado pelos médicos para trabalhar em campo. O lateral esquerdo Reinaldo sofreu lesão semelhante nesta temporada e precisou de 16 dias para ser liberado.

Titular na equipe de Aguirre, Valdívia sentiu a lesão durante o primeiro tempo do jogo com o São Caetano (2 a 0) na noite da última terça-feira (20), no Morumbi e precisou ser substituído por Lucas Fernandes. Na ocasião, torcedores, sem saber da lesão, ficaram irritados com a alteração promovida pelo técnico Diego Aguirre, que foi chamado de "burro".

"A torcida não sabia o que tinha acontecido. Eu que tinha chegado no técnico, reclamado de dores e pedido para sair", disse o jogador, depois da partida.

Emprestado ao São Paulo até o fim desta temporada, ele disputou 11 partidas pelo Tricolor, sendo titular em sete. Até aqui, Valdívia balançou as redes duas vezes e deu duas assistências.