Último carrasco de rival em Itaquera, Santos tenta fugir da crise em clássico

Equipe do técnico Dorival Júnior se apega a recente retrospecto para voltar a vencer. O Peixe foi o último clube que triunfou diante do Corinthians em seu estádio

Comentar
Compartilhar
01 JUN 2016Por Diário do Litoral11h30
Corinthians e Santos se enfrentam novamente em ItaqueraCorinthians e Santos se enfrentam novamente em ItaqueraFoto: Agência Corinthians

Após derrota para o Internacional, na Vila Belmiro, no último domingo, e mau início de campanha no Brasileirão, o Santos volta a campo hoje para o clássico contra o Corinthians, no Itaqueirão, às 21h. Desta vez a pressão do duelo está toda sob as costas dos santistas.

Sem poder contar com Lucas Lima e Gabriel, a serviço da Seleção Brasileira e Ricardo Oliveira, lesionado, o Alvinegro Praiano caiu de produção desde o título do Paulistão e vê o duelo contra o rival a chance de afastar a má fase. O recente retrospecto joga à favor do time da Baixada.

A última vez que o Corinthians perdeu em seu estádio foi justamente contra o Santos, há 280 dias, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Na ocasião, o time do técnico Dorival Júnior venceu por 2 a 1 e garantiu vaga à próxima fase. O zagueiro David Braz vê no estádio a chance de reencontrar o trilho das vitórias.

"Jogo difícil, mas temos que encarar de igual para igual. Não podemos apenas defender, eles são qualificados. Sabemos que, se ficarmos atrás, vamos sofrer. Temos que ter personalidade e atacar quando estivermos com a bola", disse o camisa 14.

Do lado do Timão, a ideia é afundar o rival na crise. Vindo de duas vitórias seguidas (Ponte Preta e Sport) e de olho nas primeiras colocações na tabela, a equipe do técnico Tite confia no poder da sua casa. Desde a derrota para o Santos, o Corinthians embalou nos últimos 25 jogos, com 20 vitórias e apenas cinco empates.

Hoje, o Itaquerão promete virar um grande caldeirão aos santistas. Isso por que a partida terá torcida única do Timão, fruto de punição da Segurança Pública de São Paulo contra as recentes brigas em torno do estádio. Mais de 20 mil ingressos já foram esgotados pelos corintianos.