Torcida apoia elenco na Academia e entrega carta a jogadores

Do lado de fora da Academia, na Avenida Marquês de São Vicente, centenas de torcedores se reuniram para apoiar o elenco com gritos, bandeiras, fumaça colorida, bateria e foguetes

Comentar
Compartilhar
22 ABR 2017Por Gazeta Press17h00
Torcedores apoiaram elenco no último treino antes da semifinal do Paulista (Foto: Bruno Ceccon/Gazeta Press)

Na véspera do confronto com a Ponte Preta, pela semifinal do Campeonato Paulista, torcedores do Palmeiras se mobilizaram para incentivar o time na porta da Academia de Futebol. Alguns deles chegaram a se reunir com os líderes do elenco na tarde desta sexta-feira e entregaram uma carta de apoio.

O último treinamento do Palmeiras antes da partida com o rival de Campinas estava marcado para as 15h30 (de Brasília). Do lado de fora da Academia, na Avenida Marquês de São Vicente, centenas de torcedores se reuniram para apoiar o elenco com gritos, bandeiras, fumaça colorida, bateria e foguetes.

Integrantes da Polícia Militar acompanharam a manifestação de perto e os próprios torcedores contribuíram para organizar o trânsito, que seguiu fluindo pela Marquês de São Vicente. Boa parte dos presentes vestia a camisa da organizada Mancha Alviverde, que tem sua quadra nas imediações da Academia de Futebol.

Integrantes da Mancha, devidamente autorizados pelo Palmeiras, chegaram a entrar no centro de treinamento. Os torcedores interagiram com Fernando Prass, Felipe Melo, Dudu e Borja no saguão do novo hotel e entregaram uma carta de apoio, na qual cada atleta do elenco é citado.

O meio-campista Moisés, em recuperação de uma cirurgia no joelho, postou um vídeo da manifestação dos torcedores. “Essa união time e torcida em todos os momentos faz a diferença! Fazer parte desse clube é uma honra. Não é fácil ficar de fora nesses momentos, mas estarei lá junto com vocês torcendo”, escreveu.

Acompanhado pelo diretor de futebol Alexandre Mattos, o elenco se deslocou até a porta do centro de treinamento para aplaudir os palmeirenses. O time alviverde, derrotado por 3 a 0 em Campinas, contará com apoio maciço a partir das 19 horas (de Brasília) deste sábado, já que mais de 36 mil ingressos foram vendidos antecipadamente para o duelo no Palestra Itália.

“É muito bom. Se eles acreditam, nós temos que acreditar mais ainda. Cheguei aqui às 11 horas e já tinha movimentação de gente na rua, mesmo no feriado. Isso nos dá mais força e acho que é consequência também do que o Palmeiras fez em campo em 2017. Vamos pegar essa força e buscar o placar que nos interessa”, afirmou o técnico Eduardo Baptista.