Torcida do Santos protesta contra elenco e Dorival Júnior no CT Rei Pelé

A conversa durou cerca de 20 minutos e, de acordo com o clube, o protesto foi pacífico, servindo como forma de apoio ao elenco neste mau momento

Comentar
Compartilhar
23 FEV 2017Por Diário do Litoral16h48
Torcedores do Santos cobram Dorival e elenco no CT Rei PeléFoto: Alyson Gonçalo

Incomodado com o desempenho do Santos neste início de Campeonato Paulista 2017 – nos últimos três jogos, foram duas derrotas e apenas um empate –, um grupo de torcedores do clube invadiu as instalações do CT Rei Pelé e realizou um protesto, nesta quinta-feira à tarde.

Membros de organizadas do Peixe, eles se reuniram no Portão 1 do centro de treinamento, localizado na Rua Francisco Manoel, e, quando viram uma brecha, entraram nas instalações para cobrar atletas e o técnico Dorival Júnior. Cerca de 30 torcedores estiveram no local.

Assim como em protesto na Vila Belmiro, os torcedores foram acalmados pelo auxiliar técnico e ex-jogador Serginho Chulapa e na sequência tiveram acesso liberado para conversar com a Comissão Técnica e um representante do elenco, no caso o lateral-direito Victor Ferraz.

A conversa durou cerca de 20 minutos e, de acordo com a assessoria do clube, o protesto foi pacífico, servindo como forma de apoio ao elenco neste mau momento. O Peixe, porém, mostrou preocupação com os ânimos dos torcedores e solicitou a presença de policiais.

Quatro viaturas da Policia Militar permaneceram do lado de fora do CT Rei Pelé para um eventual problema durante a conversa entre as partes, o que não aconteceu. Antes do acesso eles garantiram aos policiais que não arrumariam confusão nas dependências do clube.

Apesar do clima de paz, os torcedores mostraram irritação com a presença dos jornalistas, que participavam da cobertura do protesto. Ao deixarem o local, eles fizeram ameaças aos repórteres para que as fotos da “visita” não fossem vazadas nos jornais e websites.