Tite alerta Corinthians para adaptação a campo sintético do Tijuana

A maioria dos seus jogadores nunca disputou uma partida em um gramado artificial

Comentar
Compartilhar
04 MAR 201311h51

O técnico Tite está preocupado com o campo sintético do Estádio Caliente. A maioria dos seus jogadores nunca disputou uma partida em um gramado artificial como o do mexicano Tijuana, adversário da noite de quarta-feira, pela Copa Libertadores da América.

“Tenho a experiência de jogar a minha peladinha em gramado sintético e sei o quanto é diferente. Todo o mundo que bate uma bolinha sabe do que estou falando. A velocidade da bola, o domínio e o passe mudam. Precisaremos nos adaptar”, alertou Tite.

Alguns dos principais homens de frente do Corinthians concordaram com o comandante. “Só joguei em grama sintética na base da Seleção Brasileira e não gostei muito”, admitiu o meia Renato Augusto. “Apenas em treinamento em Milão e no Mundial Sub-20, no Canadá”, acrescentou o atacante Alexandre Pato, à TV Gazeta. “Nunca joguei. Vai ser difícil, mas o Corinthians está preparado para tudo”, concluiu Paolo Guerrero.

Após estudar o Tijuana, Tite alertou seus comandados sobre o gramado sintético do Estádio Caliente (Foto: Divulgação/Agência Corinthians)

Não é somente o campo do Estádio Caliente que deixa Tite ansioso. O Tijuana lidera o grupo 5 da Libertadores, com 100% de aproveitamento, e conta com uma equipe perigosa, segundo o treinador do Corinthians.

“Vi o jogo do Tijuana com o Millonarios, que perdeu em casa, mas teve mais oportunidades de vencer. Não sei como eles vão se apresentar agora. Será complicado, ainda mais em meio a jogos do Campeonato Paulista”, disse Tite, após o empate sem gols com o Santos, em clássico válido pelo Estadual.