Timão tira Love contra Fluminense e Palmeiras por questão física

Nesta sexta-feira, Tite explicou que o jogador precisa de um tempo de trabalhos especiais, para atingir a “plenitude” no momento em que Paolo Guerrero for para a Copa América

Comentar
Compartilhar
22 MAI 201512h44

O atacante Vagner Love não será relacionado para a partida contra o Fluminense e deve ficar fora também contra o Palmeiras, por opção da comissão técnica do Corinthians. Nesta sexta-feira, Tite explicou que o jogador precisa de um tempo de trabalhos especiais, para atingir a “plenitude” no momento em que Paolo Guerrero for para a Copa América.

“Vou direto ao assunto. Ele não teve pré-temporada e está em um nível físico abaixo dos demais. Vamos usar os próximos 15 dias para trazê-lo a um nível físico igual ao dos outros atletas”, explicou o treinador.

Vagner Love chegou ao Corinthians no início de fevereiro, depois de passagem pelo futebol chinês, mas acabou não emplacando uma sequência de boas partidas pelo clube. Apesar de o Alvinegro ter ficado duas semanas sem jogos antes dos duelos com o Guaraní pela Libertadores, Tite não confirmou se o trabalho já deveria ter sido feito naquela época.

O atacante Vagner Love não será relacionado para a partida contra o Fluminense (Foto: Hélio Suenaga/Futura Press/Estadão Conteúdo)

“Não foi feito antes pela necessidade dos jogos. Eu o tinha (em campo) por menos tempo, mas havia a necessidade. Agora, o Guerrero vai jogar mais duas partidas e, depois, segue para a Copa América. Vai abrir a vaga e quero ter o Vagner Love em sua plenitude. Se não foi pela necessidade (que adiou o trabalho especial), foi porque erramos, mas não poso responder especificamente”, comentou.

Tite explicou que o jogador já está fora dos relacionados para o compromisso diante do Fluminense, domingo, no Maracanã. A ideia é deixá-lo afastado também da partida contra o Palmeiras, no fim de semana seguinte, para colocá-lo em campo somente diante do Grêmio, em 3 de junho.

Porém, o prazo pode ser mudado dependendo da forma como o jogador corresponder. “Vamos direcionar alguma situação e ele pode dar a resposta. Mas, para este domingo, não dá”, completou.