Thierry Henry revela desejo de voltar a vestir a camisa do Arsenal

Ídolo dos Gunners, Henry está com 35 anos e projeta uma volta à Inglaterra após o fim de seu vínculo com o clube norte-americano.

Comentar
Compartilhar
13 FEV 201320h19

O francês Thierry Henry, atualmente no New York Red Bulls, dos Estados Unidos, revelou, nesta quarta-feira, que sonha voltar a jogar pelo Arsenal – clube que defendeu de 1999 a 2007 e por quatro jogos no início de 2012. Ídolo e torcedor dos Gunners, Henry está com 35 anos e projeta uma volta à Inglaterra após o fim de seu vínculo com o clube norte-americano.

“Tudo que eu sei é que, com certeza, continuarei envolvido no futebol, e espero poder estar no Arsenal, porque é isso que meu coração está falando. Deixando de lado a parte profissional, esse é o meu time de coração”, disse Henry, em entrevista ao jornal inglês Daily Mail.

O atacante quis deixar claro, no entanto, que se trata apenas de um desejo seu e que, até agora, não conversou com os dirigentes do Arsenal.

“Da maneira que for, se eu puder voltar para o clube, eu amaria isso. Mas não é algo que dependa só de mim. Isso pode ser considerado um desejo, até mais um desejo do que algo que possa ser oficializado. Eu ainda tenho dois anos de contrato aqui. Mas é claro que eu amaria voltar para o Arsenal”.

Seria a terceira passagem de Henry pelo Arsenal (Foto: Kirsty Wigglesworth/Associated Press)

Henry também aproveitou para defender seu compatriota Arsène Wenger, com quem conquistou dois títulos da Liga Inglesa - nas temporadas 2001-2002 e 2003-2004. O treinador francês, que está no Arsenal desde 1996, ganhou seu último título em 2005, quando venceu a Copa da Inglaterra (FA Cup).

“Quando você não vence, as pessoas vão questionar seu trabalho, seu legado e o que você fez antes. É triste, mas o jogo é assim. O que podemos fazer? Para mim, o chefe sempre será o Arsène, porque ele sempre foi sensacional para mim e eu sei o que ele já fez pelo clube”.