Técnico exalta dedicação de Robinho e confia na permanência do craque

Flamengo, Cruzeiro e clubes do exterior, de mercados como Estados Unidos e China, já admitiram interesse em contratar o atacante de 31 anos

Comentar
Compartilhar
20 MAI 201508h58

Os técnicos de futebol são conhecidos por, além de toda a importância na armação das equipes e na preparação dos jogadores para os jogos, serem verdadeiros administradores de egos. Quem vive o futebol de perto sabe o quão difícil é lidar com um grupo de cerca de 30 atletas, com cabeças distintas e, em muitos casos, recheadas de vaidade. No Peixe, porém, Marcelo Fernandes, apesar de sempre ressaltar a importância do grupo e dividir os méritos com todos, não teme em dizer que Robinho tem cadeira cativa na equipe. 

“Ele tem a titularidade garantida, sim, porque faz por onde. Ele vem para campo, pede para treinar, puxa a fila. É titular porque é cara que busca, não é acomodado na história, no nome dele. Trabalha muito forte, como os outros veteranos. Não tem ninguém que fica no DM (Departamento Médico)”, disse o treinador. 

Questionado se chega a conversar com seu atacante e capitão sobre a tão discutida renovação de contrato que tem deixado os torcedores aflitos, o treinador foi direto.

“Isso não precisa ser feito. Ele é cara que demonstra interesse em ficar, expõe para todos isso. Está escrito no rosto dele a vontade de ficar. É um problema que vai ser resolvido, o desejo de ficar vai prevalecer”, apostou.

Robinho rescindiu seu contrato com o Milan, da Itália, e está livre para negociar seu futuro. O jogador está vinculado ao Peixe até 30 de junho, mas, dia 1º precisa se apresentar à seleção brasileira. Seu retorno à Vila Belmiro após a disputa da Copa América vai depender de uma definição em meio a tudo isso. Flamengo, Cruzeiro e clubes do exterior, de mercados como Estados Unidos e China, já admitiram interesse em contratar o atacante de 31 anos.

Robinho rescindiu seu contrato com o Milan, da Itália, e está livre para negociar seu futuro (Foto: Alex Silva/Estadão Conteúdo)

O Santos conseguiu acordar um empréstimo de R$ 8 milhões com o banco BMG e usará a quantia para quitar os direitos de imagem atrasados de alguns atletas do elenco. A parte de Robinho representa pouco mais da metade deste valor. Este acerto facilita as negociações com o Rei das Pedaladas, mas, o próximo passo é vencer a concorrência com um contrato que satisfaça um dos jogadores mais caros do país. 

Marisa Alija Ramos, representante de Robinho, já deixou claro que não existe preferência por clube e que o camisa 7 vai estudar o que for melhor para sua carreira. Na noite desta terça-feira, a advogada desmentiu uma suposta conversa por whatsapp, que se espalhou na internet, em que Robinho diz a um amigo que acertará com o Flamengo nesta quinta-feira. “É montagem, não existe isso”, explicou. 

Marisa também admitiu que está no aguardo do presidente Modesto Roma Jr regressar de viagem para uma reunião com o mandatário santista e não negou que propostas do exterior existem.

Mesmo que fique no Peixe, Robinho se ausentará por até sete partidas do Campeonato Brasileiro em função da Copa América. Por isso, Marcelo Fernandes já pensa como suprir a ausência de sua principal estrela. Rafael Longuine e Marquinhos Gabriel aparecem como principais candidatos. Gabriel corre por fora e o acerto com Neto Berola, que já foi liberado pelo Atlético-MG para fechar o negócio por empréstimo, também pode dar ao técnico do alvinegro praiano mais uma opção. 

“Isso vai ser estudado, porque o Robinho também faz essa função (de meia). Às vezes, fica mais por dentro do que pela beira. Com certeza, quando acontecer, vamos pensar mediante ao adversário e escalar o Santos”, comentou o treinador, evitando cravar um único substituto.