Governo SP

Surpreso com saída de Mano, Arouca projeta sequência com Felipão

O volante santista destacou que o seu objetivo é manter o nível de atuações que vem apresentando desde 2010

Comentar
Compartilhar
29 NOV 201217h50

A troca no comando técnico da Seleção Brasileira surpreendeu o volante Arouca. O jogador do Santos, que vinha constantemente sendo convocado para defender o time canarinho pelo antigo técnico da Seleção, Mano Menezes, admitiu durante entrevista coletiva nesta quinta-feira, no CT Rei Pelé, que a saída do treinador, anunciada na sexta, 23 de novembro, lhe causou espanto.

“Acho que não só a mim, mas foi algo que pegou a todos de surpresa, ainda mais vindo de um título, que foi o do Superclássico das Américas (contra a Argentina, em La Bombonera). Na mesma semana ele foi demitido. Mas o presidente (José Maria Marin) sabe o que está fazendo. Não temos porque nos meter nisso”, disse Arouca.

Indagado sobre a expectativa de trabalhar com o novo comandante da Seleção, Luiz Felipe Scolari, o volante santista destacou que o seu objetivo é manter o nível de atuações que vem apresentando desde 2010 com a camisa do Peixe, para continuar sendo convocado na próxima temporada.

“Nunca parei para conversar com o Felipão, mas com certeza se ele está na Seleção é porque tem os seus méritos. Ele foi o último técnico campeão do mundo com o Brasil  (em 2002). Quanto a mim, tenho que dar sequência e começar o ano bem. Espero fazer um belo trabalho no Santos para ter a oportunidade de trabalhar com ele na Seleção”, concluiu.

Além de Felipão, o ex-treinador Carlos Alberto Parreira, campeão mundial em 1994 com a Seleção Brasileira, nos Estados Unidos, assumiu o cargo de coordenador da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). A dupla Felipão e Parreira substitui Mano Menezes e Andrés Sanchez, respectivamente. Este último pediu demissão do cargo de diretor de Seleções, posto extinto pelo mandatário da CBF.

Arouca se disse surpreso com saída de Mano Menezes (Foto: Ricardo Saibun)

Colunas

Contraponto