X

Documento, do acervo do Museu de Santo André, foi emprestado ao time do Santos, que em retribuição doou réplica de camisa da partida, realizada em 1956, ao museu / DIVULGAÇÃO

A súmula do primeiro gol marcado por Pelé, que integra o acervo do Museu de Santo André Dr. Octaviano Armando Gaiarsa, integrará a exposição '65 Anos de Reinado'. A mostra, uma homenagem à carreira do Rei do Futebol, estará em cartaz no Memorial das Conquistas do Santos Futebol Clube, em Santos. A abertura será na data em que se comemora os 65 anos da partida, realizada no Estádio Américo Guazzeli, o atual Clube do Corinthians de Santo André: 7 de setembro (de 1956). Em retribuição ao empréstimo do documento histórico para a exposição, o time da Baixada Santista doou ao Museu uma réplica da camisa utilizada por Pelé naquela partida.

A exposição '65 Anos de Reinado' estará em cartaz no Memorial das Conquistas do Santos Futebol Clube, na Vila Belmiro, em Santos, no período de 7 de setembro a 23 de outubro, dia em que Pelé completará 81 anos. Nela, além da súmula os visitantes poderão conhecer outros materiais como que contam a história da carreira do Rei do Futebol.

Para Alex Fernandes, coordenador do Memorial das Conquistas do Santos Futebol Clube, a súmula é um importante documento para a história do futebol mundial e do time do Santos. "É como uma certidão de nascimento do ídolo do futebol. Pela primeira vez, aos 15 anos, Pelé apareceu em um jogo profissional. É algo como o nascimento do mito", destacou.

Segundo a museóloga Mayra de Souza, a doação da camisa de Pelé ocorreu quando da visita do time do Santos ao Museu de Santo André realizada em 25 de agosto. Trata-se de uma réplica da camisa utilizada por Pelé na partida disputada em 7 de setembro de 1956 na cidade, feita pela mesma tecelagem, com o mesmo tecido e mesmo modelo.

Doação – A súmula original com o registro do primeiro gol de Pelé integra o acervo do Museu de Santo André desde 2019. Ela registra a partida realizada em 7 de setembro de 1956 entre o Santos Futebol Clube e o Corinthians de Santo André no Estádio Américo Guazzeli. O documento foi doado pelo morador Milton Sacilotto, filho de um dos organizadores da partida, o então diretor do Departamento de Educação, Cultura e Esportes de Santo André, Nelson Sacilotto. Além da súmula o museu recebeu ainda fotos e recortes de jornal sobre o jogo.

O Museu de Santo André Doutor Octaviano Armando Gaiarsa foi oficializado em 1982. Desde 1990 ele ocupa o prédio do Primeiro Grupo Escolar da região, localizado na rua Senador Flaquer, 470, Centro. O espaço apresenta aos visitantes a memória e a história da cidade e da região por meio do seu acervo, exposições e outras ações de difusão. Por conta da pandemia, segue fechado para visitação do público. O atendimento é realizado pelo email [email protected]

Serviço:

Exposição '65 Anos do Reinado'

De 7 de setembro a 23 de outubro

Memorial da Conquista do Santos Futebol Clube

Estádio Urbano Caldeira, R. Princesa Isabel, s/n, Vila Belmiro, Santos – SP

Visitas de 3ª feira a domingo, das 10h às 18h

Mais informações: @visiteavila

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

RIO DE JANEIRO

Gabriel Monteiro tem mandato de vereador cassado no Rio

Gabriel Monteiro teve o mandato de vereador do Rio de Janeiro cassado nesta quinta-feira por 48 votos a dois

Política

Segundo Datafolha, 51% dizem não votar em Bolsonaro de jeito nenhum, ante 37% em Lula

Em seguida vem Roberto Jefferson (PTB) e Ciro Gomes (PDT), ambos com 25%

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software