X

Esportes

Sob pressão, Santos tenta garantir última vaga em Pacaembu lotado

Após classificação do trio de ferro no final de semana, o Peixe tenta reverter vantagem da Ponte para avançar à semifinal. Quase 32 mil ingressos já foram vendidos

Publicado em 10/04/2017 às 16:07

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Ausência nos últimos três jogos, Zeca é a novidade do Santos nesta segunda-feira (10_ / Ivan Storti/Santos FC

Pressionado pelo desempenho irregular no ano e pela classificação de todos os seus rivais, o Santos entra em campo, hoje, às 20h, em Pacaembu lotado – quase 32 mil ingressos foram vendidos –, precisando reverter vantagem da Ponte Preta para garantir a última vaga nas semifinais do Paulistão 2017.

No jogo de ida, em Campinas, o Alvinegro Praiano foi derrotado, por 1 a 0, o que o obriga a vencer por dois gols de diferença para confirmar a classificação à próxima fase da competição. Vitória por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis, enquanto qualquer empate garante vaga para a Macaca.

“Entendo que a regularidade que ainda não aconteceu, nos surpreende até, mas é uma equipe que em muitos momentos teve desfalques e deu retorno bom. A equipe fará a melhor partida possível em busca da reversão do resultado, que é ruim e vem pesando”, disse o técnico Dorival Júnior.

O comandante do Peixe teve oito dias de preparação para a primeira “decisão” do clube no ano, mas preferiu adotar mistério e fechou todos os treinos à imprensa. A tendência, porém, é que a equipe tenha apenas uma mudança em relação à partida realizada no último sábado, no Moisés Lucarelli.

Recuperado de um incômodo muscular, o lateral-esquerdo Zeca, que foi ausência nos últimos três jogos da equipe, foi relacionado para a partida e deve retornar ao time titular. Com isso, o meia Jean Mota, que vinha sendo improvisado no setor e recebeu elogios, retornaria ao banco de reservas alvinegro.

O atacante Vitor Bueno, que teve a vaga de titular ameaçada por conta do baixo desempenho nos últimos jogos, será mantido entre os titulares. O zagueiro Lucas Veríssimo, que vive com a sombra de Cleber Reis, segundo maior investimento do clube nesta temporada, seguirá na equipe. David Braz e Victor Ferraz, que foram poupados em treino, também estão garantidos no time.

Bob é ausência

Com a vantagem do empate, a Ponte Preta terá um importante desfalque para a decisão de hoje. O volante e capitão Fernando Bob recebeu o terceiro cartão amarelo no jogo de ida e terá de cumprir suspensão automática. O volante Wendell e o meia Renato Cajá, recém-contratado, brigam pela vaga.

Na lateral-esquerda, o jovem Artur, que é o titular da posição, está recuperado de lesão e voltou aos treinamentos na última semana. Ele, porém, ainda é presença incerta. Caso não tenha condições físicas, ele deve ser novamente substituído por Reynaldo, que vem atuando no setor nos últimos jogos.

 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Você conhece as 'rampas de escape' da Anchieta e para que elas servem?

Há duas áreas com estes equipamentos instalados em toda a rodovia

Bertioga

Bertioga recebe 'Cantinho do artesão' no próximo sábado

Evento reúne artistas da cidade e oferece diversos produtos

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter