Fifa confirma as seis sedes da Copa das Confederações de 2013

Mesmo com o estádio atrasado, Recife foi mantida como sede.

Comentar
Compartilhar
09 NOV 201214h44

A Fifa confirmou oficialmente nesta quinta-feira (08), que a Copa das Confederações de 2013 será mesmo realizada em seis sedes.

Havia risco de Recife ser excluído da competição, por causa do atraso nas obras do estádio, mas a entidade manteve a capital pernambucana entre as cidades brasileiras escolhidas para receber os jogos, ao lado de Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza e Salvador.

Em evento realizado no Museu do Futebol, em São Paulo, a Fifa e o Comitê Organizador Local (COL) acabaram que a indefinição que durava desde o final do ano passado sobre as sedes da Copa das Confederações.

Assim, foi confirmado o calendário de jogos inicialmente elaborado para a competição, passando por seis cidades brasileiras entre os dias 15 e 30 de junho de 2013.

"Agora é um ponto sem volta. Não há mais como mudar. É um grande desafio. E estamos confiantes", disse o diretor de comunicações da Fifa, Walter De Gregorio.
 
A Arena Pernambuco é a que mais preocupa os organizadores. O estádio está com 70% das obras concluídas (Foto: Guga Matos/JC Imagem/Estadão Conteúdo)
 
Brasileiros terão direito a ingressos por R$ 28,50

No evento em que confirmou as seis sedes da Copa das Confederações, ontem, a Fifa anunciou os preços dos ingressos da competição, que começará em 15 de junho de 2013, em Brasília. A entidade que controla o futebol mundial informou que os mais baratos custarão R$ 28,50, que será o valor da meia-entrada para os bilhetes da categoria 4, cujo preço cheio é de R$ 57.

A Fifa divulgou tabelas de preços de ingressos fixados em dólar e em reais, sendo que o mais caro na moeda nacional será comercializado a R$ 418, da categoria 1, cujo valor será praticado apenas na grande final da competição, no dia 30 de junho, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Os ingressos da categoria 4 são destinados exclusivamente aos torcedores brasileiros e a meia-entrada dos mesmos será vendida para idosos com mais de 60 anos, estudantes e pessoas com direito à Bolsa Família.

Uma pré-venda das categorias de 1 a 3 será iniciada exclusivamente para portadores de cartões Visa, parceira da Fifa, em todo mundo entre 21 e 30 de novembro. Em seguida, a partir de 3 de dezembro, serão disponibilizados bilhetes de todas as categorias, sendo que para a 4 serão reservados pelo menos 50 mil bilhetes, conforme prometeu a Fifa.

A entidade esclareceu que os torcedores poderão comprar até seis ingressos individuais para um máximo de dez jogos ou adquirir um máximo de seis carnês com vários jogos na mesma cidade.

Colunas

Contraponto