Sem poder de fogo, Brasil estreia com empate sem gols contra Equador

O time canarinho fará seu segundo jogo na Copa América nessa quarta-feira, contra o Haiti, no estádio Citrus Bowl, da Flórida

Comentar
Compartilhar
05 JUN 2016Por Gazeta Press01h08
Willian buscou o jogo na ausência de Neymar, mas faltou poder de fogo à Seleção BrasileiraWillian buscou o jogo na ausência de Neymar, mas faltou poder de fogo à Seleção BrasileiraFoto: AFP

A Seleção Brasileira decepcionou na estreia da Copa América Centenário e empatou por 0 a 0 com o Equador, nesse sábado, no estádio Rose Bowl, na cidade norte-americana de Pasadena. Disputado no mesmo local em que o Brasil conquistou a quarta estrela de campeão mundial, contra a Itália, em 1994, o jogo teve um gosto amargo para a geração comandada pelo técnico Dunga.

Esse foi o primeiro duelo a não contar com nenhum jogador que participou da goleada por 7 a 1 para a Alemanha, nas quartas de final da Copa do Mundo de 2014. Era a chance de mostrar uma nova postura à torcida, mas o resultado trouxe sonoras vaias aos atletas canarinhos.

Sem Neymar, que não foi convocado para a Copa América para disputar as Olimpíadas do Rio de Janeiro, o Brasil encontrou na criatividade de Willian a melhor saída para o ataque. O jogador do Chelsea ditou o ritmo no campo ofensivo e trabalhou bem pelo lado direito, mas, sozinho, não conseguiu conduzir a equipe à vitória. Faltou ao time mais poder de fogo para converter a posse de bola em finalizações ao gol.

O time canarinho fará seu segundo jogo na Copa América nessa quarta-feira, contra o Haiti, no estádio Citrus Bowl, da Flórida. Já o Equador enfrentará o Peru, também na quarta, em Phoenix. Por ter derrotado o Haiti por 1 a 0, nesse sábado, o Peru lidera o Grupo B da competição.