Sem Neymar, Montillo desencanta e Santos bate Sorocaba fora de casa

O argentino desencantou e abriu o caminho para a vitória, com André marcando o segundo do Peixe

Comentar
Compartilhar
10 MAR 201320h38

O Santos contou com uma boa exibição do meia Montillo para derrotar o Atlético Sorocaba, por 2 a 1, na noite deste domingo, no Estádio Walter Ribeiro, e superar a ausência da estrela Neymar, suspenso pelo terceiro amarelo. O argentino desencantou e abriu o caminho para a vitória, com André marcando o segundo do Peixe. Tiago Marques descontou para os donos da casa.

O triunfo levou os santistas para a terceira colocação do Campeonato Paulista, agora com 21 pontos. O Galo, por sua vez, caiu uma posição e ocupa o 17º lugar na tabela, com apenas nove pontos ganhos.

Na próxima rodada, o Alvinegro Praiano recebe o Guarani, sábado, a partir das 18h30 (de Brasília), na Vila Belmiro. Já os sorocabanos visitam a Ponte Preta, no domingo, às 18h30, no Moisés Lucarelli.

O jogo

Após um começo de jogo equilibrado, o Santos abriu o placar logo em sua primeira chance de gol. Aos 15 minutos, o volante Arouca puxou rápido contra-ataque, tabelou com o lateral Bruno Peres e, após driblar o goleiro Marcelo Moretto, encontrou Montillo, livre, para chegar antes da zaga adversária e cabecear para o fundo das redes: 1 a 0 para o Peixe. Este foi o primeiro gol do argentino, contratação mais cara da história do clube praiano, com a camisa 10 santista.

Em jogada de Arouca e Bruno Peres, Montillo recebeu cruzamento e abriu o placar para o Santos, de cabeça (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

No minuto seguinte, quase veio a resposta do Galo. Carlinhos fez boa jogada pela esquerda, escapando de Bruno Peres e cruzando rasteiro para a área, na direção de Bruninho, que dentro da grande área, desperdiçou a chance de empatar, finalizando por cima do gol de Rafael.

Na busca pelo empate, o Atlético Sorocaba criou mais uma boa oportunidade logo depois. Aos 19, após cobrança de falta de Bruninho, Wellington e Murilo tentaram o arremate dentro da pequena área, mas a bola rebateu em André e ficou nas mãos do goleiro alvinegro, que impediu o empate do Galo.

Os sorocabanos continuaram pressionando e, aos 40, tiveram mais uma chance para empatar. Desta vez, Tiago Marques fez boa jogada pela esquerda e bateu cruzado. Rafael desviou a bola, mandando-a para escanteio.

Depois de ver o seu gol ameaçado pelo Galo, o Santos conseguiu encaixar um bom ataque no final do primeiro tempo, ampliando a sua vantagem. Aos 46, Cícero driblou Murilo, que viu a bola passar por entre as suas pernas, antes de o meia cruzar com perfeição para o toque de cabeça de André, anotando o segundo tento do Peixe no confronto.

Porém, a vantagem construída na primeira etapa diminuiu logo após o intervalo. Aos três do segundo tempo, Tiago Marques aproveitou falha de Renê Júnior e correu em direção ao gol, antes de dar um toque por cima de Rafael, descontando para o Atlético Sorocaba.

Dois minutos depois do gol do Galo, o time santista quase voltou a abrir uma vantagem de dois gols sobre o oponente. Montillo fez boa jogada pelo meio e encontrou André livre. O centroavante tentou acertar o ângulo de Marcelo Moretto, mas a bola passou ao lado do gol sorocabano.

Mais tarde, o Alvinegro Praiano fez a sua primeira alteração na partida. Aos 15, jovem Giva deu lugar ao argentino Patito Rodrigues. Pouco depois, aos 19, Rai entrou na vaga de Da Silva no Atlético Sorocaba. Aos 27, Vagner Benazzi mexeu mais uma vez no Galo, sacando Tiago Marques e colocando Jorge Preá em campo.

Com os sorocabanos atacando bastante, na tentativa de chegar ao gol de empate, o Santos passou a explorar também os espaços deixados pelo adversário, nos contra-ataques. Aos 30, o Peixe quase balançou as redes outra vez, mas André viu Marcelo Moretto fazer boa defesa em chute da entrada da área.

Benazzi, que aos 37 promoveu sua última substituição no Atlético Sorocaba, tirando Tiago Baiano para a entrada de Júnior Timbó, foi expulso dois minutos depois, pela reclamação com relação a um lance contra a arbitragem.

Nos minutos finais, Muricy sacou Montillo, um dos destaques do jogo, para a entrada de Felipe Anderson.

Os santistas conseguiram frear o ímpeto dos donos da casa, na busca pelo empate, e ainda tiveram uma boa chance de gol, em jogada individual de Felipe Anderson. Desta forma, o Peixe garantiu mais uma vitória da equipe no Paulistão.