Seleção do México confirma estadia em Santos durante a Copa do Mundo

É esperada a vinda de comitiva de 300 pessoas, entre jornalistas, comissão técnica, jogadores e seus familiares, e 4.350 torcedores trazidos pela agência Mundomex em navio transatlântico

Comentar
Compartilhar
06 DEZ 201318h35

Uma 'invasão' mexicana é esperada em Santos no próximo ano. A cidade será o local de preparação e estadia da seleção do México durante a Copa do Mundo, o que foi anunciado sexta-feira (6) pelo presidente da Federação Mexicana de Futebol, Justino Compeán, ao prefeito Paulo Alexandre Barbosa, após o sorteio dos grupos do torneio, na Costa do Sauípe (Bahia).

É esperada a vinda de comitiva de 300 pessoas, entre jornalistas, comissão técnica, jogadores e seus familiares, e 4.350 torcedores trazidos pela agência Mundomex em navio transatlântico. “É um momento muito importante para a cidade. O mundo estará voltado ao Brasil durante a Copa e temos que aproveitar esta grande oportunidade. A vinda do México trará inúmeros benefícios para a economia local e ajudará a internacionalizar a marca ‘Santos”, disse o prefeito Paulo Alexandre.

Segundo ele, no início do próximo ano serão formalizados todos os procedimentos para a recepção da seleção e assinado o contrato com a federação. A delegação ficará hospedada no Parque Balneário Hotel e treinará no Centro de Treinamento do Santos Futebol Clube.

Giovani dos Santos e Javier Hernández são presenças certas na Copa de 2014 (Foto: Associated Press)

Turistas

A seleção mexicana é uma das que mais leva torcedores às copas. Para a edição no Brasil, é esperada a vinda de 26 mil turistas. A agência Mundomex trará torcedores mexicanos no navio de cruzeiros Divina, da companhia MSC, que tem 1.800 cabines e capacidade de 4.350 pessoas. A embarcação ficará 32 dias no país, sendo metade no Nordeste e outra parte entre os portos de Santos e do Rio de Janeiro.

“Santos é uma cidade incrível, com um porto espetacular, boa hotelaria e comunicação, e está no centro do país. E tem um povo que está nos recebendo de braços abertos”, disse Luis Quintero, presidente da Mundomex. Além do México, a prefeitura também negocia a vinda da seleção da Costa Rica.