São Paulo sai na frente, mas Grêmio e assume a vice-liderança

Com casa cheia, o Grêmio frustrou os planos do Tricolor e ainda ultrapassou o Atlético-MG.

Comentar
Compartilhar
12 NOV 201209h10

Com o Olímpico recebendo praticamente lotação máxima, o Grêmio superou uma falha de Saimon, virou sobre o São Paulo, venceu por 2 a 1 e assumiu o segundo lugar do Campeonato Brasileiro. Com o resultado deste domingo, o time gaúcho fica, por enquanto, com a desejada vaga direta na fase de grupos da Libertadores. A classificação entre os quatro primeiros está garantida. André Lima e Marcelo Moreno marcaram os gols gremistas, num segundo tempo em que só deu os donos da casa.

Para o São Paulo, que saiu na frente em um pênalti cobrado por Rogério Ceni após falta de Saimon em Osvaldo, o resultado é muito ruim. Com 59 pontos, o time do técnico Ney Franco segue no quarto lugar, agora com apenas cinco de folga no G4 do Brasileirão. E a sete do Grêmio, já não almeja mais a segunda posição do campeonato e a vaga direta na Libertadores.

O Grêmio volta a jogar na quinta-feira, dia 18 de novembro, em Bogotá, contra o Millonarios, pela Copa Sul-Americana, precisando de um empate para pegar exatamente o São Paulo nas semifinais da competição.

"O Grêmio jogou mais que o nosso time no segundo tempo, não marcamos como deveríamos. Eles foram mais incisivos”, comentou Rogério Ceni após o jogo.

Ganso

A torcida do São Paulo, enfim, poderá ver Paulo Henrique Ganso em campo. O técnico Ney Franco confirmou que o meia será opção no banco de reservas na partida contra o Náutico, domingo, no Morumbi. "Ele deve ficar como opção", resumiu o técnico.

Colunas

Contraponto