São Paulo é vítima de fogo amigo e lei do ex, e perde do Cruzeiro

Com o resultado, o Tricolor volta a perder após oito jogos de invencibilidade e precisará vencer a Raposa por três gols de diferença

Comentar
Compartilhar
14 ABR 2017Por Gazeta Press00h26
O São Paulo começou muito mal a sua série de jogos decisivosFoto: Fernando Dantas/Gazeta Press

O São Paulo começou muito mal a sua série de jogos decisivos. Na fria noite desta quinta-feira, o Tricolor foi vítima de um roteiro cruel clássico do futebol. Jogando contra um organizado Cruzeiro, o time de Rogério Ceni sentiu a ausência do lesionado Cueva e perdeu por 2 a 0 em pleno Morumbi, com direito a gol contra de Lucas Pratto. Para aumentar o drama, o volante Hudson, ex-jogador do clube, deu números finais à fatídica partida.

Com o resultado, o São Paulo volta a perder após oito jogos de invencibilidade e precisará vencer a Raposa por três gols de diferença em Belo Horizonte para avançar às oitavas de final da Copa do Brasil. Caso devolva o placar, a vaga será definida nos pênaltis. O jogo de volta está marcado para a próxima quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Mineirão.

A derrota coloca o Tricolor sob enorme pressão para o clássico contra o Corinthians, às 19 horas deste domingo, novamente no Morumbi. O técnico Rogério Ceni terá apenas dois dias para elevar o moral de seus comandados para o duelo de ida das semifinais do Campeonato Paulista.