São Paulo desafia tabu na Vila Belmiro em semifinal contra Santos

Apesar de não perder para o Peixe há três jogos, o Tricolor amarga o retrospecto de ter sido eliminado pelo rival nas últimas três vezes em que se encontraram nesta fase do Estadual

Comentar
Compartilhar
18 ABR 201522h09

Santos e São Paulo voltam a duelar por uma semifinal de Campeonato Paulista neste domingo, às 18h30 (de Brasília), na Vila Belmiro. Apesar de não perder para o Peixe há três jogos, o Tricolor amarga o retrospecto de ter sido eliminado pelo rival nas últimas três vezes em que se encontraram nesta fase do Estadual, nas edições de 2010, 2011 e 2012. Além disso, a equipe da capital não triunfa no Urbano Caldeira há seis anos.

Para acabar com as marcas negativas, o São Paulo chega à partida deste fim de semana animado pela série de três vitórias sob o comando interino de Milton Cruz e concentrado também por ter um compromisso decisivo da Copa Libertadores da América na quarta-feira, diante do Corinthians.

“Todo nosso elenco tem uma motivação a mais nos jogos decisivos. Estamos mostrando isso em cada treinamentos. Não só eu, mas cada jogador tem potencial para decidir a partida. Estamos unidos para ganhar um título muito importante este ano”, afirmou o atacante Alexandre Pato, que tem presença garantida apenas diante do Peixe, já que não poderá jogar contra o Corinthians por questões contratuais.

Para avançar à decisão do Estadual, o Tricolor precisa acabar com o jejum de vitórias na casa do rival, que se estende desde 2009, quando triunfou por 4 a 3 na Vila, com gol e expulsão de Rogério Ceni. “Recebi cartão vermelho naquele jogo e me lembro que foi disputadíssimo, como devem ser as próximas partidas, contra Santos e Corinthians”.

O técnico interino Milton Cruz faz mistério sobre a escalação, mas não vai poder contar com o volante Souza, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Denilson e Wesley voltam a ficar à disposição e vão para o jogo. Já Rodrigo Caio deve ser desbancado para a reserva.

O treinador despistou ainda sobre a situação de Luis Fabiano, que pode continuar no banco, para estar mais pronto no clássico contra o Corinthians, quando Alexandre Pato não poderá atuar por questões contratuais.

Já o Santos não precisa se dividir com a Libertadores. Dono da segunda melhor campanha da primeira fase do Paulista, o clube chega descansado e completo para o clássico deste domingo. Marcelo Fernandes levou o time à segunda fase da Copa do Brasil mesmo poupando sete titulares diante do Londrina, no meio da semana. O plano foi fundamental para Robinho, Renato e David Braz se recuperarem para o San-São decisivo.

Robinho deixou a partida contra o XV de Piracicaba, há uma semana, após uma fisgada no músculo posterior da coxa esquerda, Renato desfalcou a equipe nos últimos dois jogos em função de dores no tornozelo e David Braz passou por uma pequena cirurgia na mão por causa de uma fratura no dedo anelar sofrida na última rodada da primeira fase.

Na fase de classificação da competição, os rivais empataram sem gols em clássico disputado também na Vila (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Na quinta-feira, porém, os três titulares já treinaram normalmente e aliviaram o torcedor santista. O único desfalque do Peixe será Gustavo Henrique. O jovem zagueiro foi diagnosticado com um edema no músculo posterior da coxa esquerda e não ficará à disposição. Assim, Werley volta à equipe titular.

A tendência é que Marcelo Fernandes mantenha o time que atuou na maioria dos jogos santistas na temporada. Porém, no clássico contra o Corinthians, o treinador optou por sair jogando com Elano. Contra o Londrina, o volante marcou o gol da vitória alvinegra e se candidatou a um lugar no time para a decisão deste domingo.

“Costumo brincar que só a experiência não ganha, tem que jogar. Procuro ajudar com a minha experiência, com os jogos decisivos. Quando você tem grandes adversários é porque está disputando finais. Esses jogos me levaram à Seleção, são nesses jogos que os grandes aparecem”, avisou o atleta de 34 anos.

Única vantagem nesta semifinal, o Santos também aposta no ‘fator casa’. Na sexta-feira, o clube anunciou que todos os ingressos já estavam vendidos para a semifinal e a promessa é de muita pressão na Vila Belmiro. Como se não bastasse o bom retrospecto contra o rival na Baixada desde 2009, o Peixe está invicto no seu estádio nesta temporada.

FICHA TÉCNICA
SANTOS X SÃO PAULO

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 19 de abril de 2015, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (ambos de SP)

SANTOS: Vladimir; Vitor Ferraz, Werley, David Braz e Chiquinho; Valencia, Renato e Lucas Lima; Geuvânio, Robinho e Ricardo Oliveira
Técnico: Marcelo Fernandes

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Dória e Reinaldo; Denilson, Hudson e Wesley; Michel Bastos, Ganso e Alexandre Pato
Técnico: Milton Cruz (interino)