Santos usa prêmio do Paulistão para pagar dívida com jogadores

O clube arrecadou cerca de R$ 1,5 milhão em bilheteria na final do torneio estadual, além de R$ 3 milhões como prêmio pelo título dado pela Federação Paulista de Futebol

Comentar
Compartilhar
08 MAI 201512h47

O presidente do Santos, Modesto Roma Júnior, utilizou cerca de R$ 1,7 milhão da premiação pelo título do Campeonato Paulista, para quitar parte dos direitos de imagem atrasados do elenco. Em alguns casos, o atraso chegava a oito meses. A informação foi confirmada pelo próprio mandatário.

O clube arrecadou cerca de R$ 1,5 milhão em bilheteria na final do torneio estadual, além de R$ 3 milhões como prêmio pelo título dado pela Federação Paulista de Futebol. Também deverão ser adicionados os valores não revelados dos cinco patrocínios pontuais nas duas partidas da decisão.

A pendência financeira, existente desde o fim do ano passado, foi responsável pela saída de três titulares do elenco (Arouca, Aranha e Mena), que entraram na Justiça do Trabalho para receber os seus direitos. Aos poucos, a atual gestão vem conseguindo saldar parte das dívidas. "Não pagamos tudo, mas sim tudo o que podíamos pagar", afirmou o presidente santista.

 A diretoria santista busca recursos para pagar também a premiação, o bicho, pelo título do Paulistão ao grupo (Foto: Ricardo Saibun/SFC)

Desde o mês de janeiro, os salários estão em dia. A diretoria santista busca recursos para pagar também a premiação, o bicho, pelo título do Paulistão ao grupo.