Santos tenta vitória no clássico para selar paz antes da Libertadores

Em rota de colisão com a torcida, Peixe tenta bater o Corinthians, em Itaquera, para ganhar confiança

Comentar
Compartilhar
04 MAR 2017Por Diário do Litoral11h50
Criticado pelo torcedor, o técnico Dorival Júnior tentará selar a paz. Recuperado de lesão na panturrilha, Renato será novidade; Lucas Lima e Oliveira seguem fora do timeFoto: Divulgação/Santos FC

Mesmo após vitória sobre o Botafogo-SP, no último sábado (25), o Santos ainda lida com a desconfiança e as críticas do seu torcedor por conta do baixo rendimento no Paulistão 2017. Preocupado com a falta de sintonia, o Peixe quer usar o clássico contra o Corinthians, hoje, às 18h30, no Itaquerão, para selar a paz antes da estreia na Libertadores, no próximo dia 09.

Ao longo da semana, alguns membros do elenco, como os laterais Victor Ferraz e Zeca, fizeram críticas ao torcedor pela falta de apoio neste início de 2017. A equipe entende que as críticas são coerentes por conta do baixo desempenho no Estadual, mas temem pelo exagero, já que o clube conta com o apoio do torcedor para fazer bonito na competição sul-americana.

“Precisamos de apoio para poder trabalhar em paz. Precisamos desde hoje até a nossa volta (de Lima, no duelo contra o Sporting Cristal). A torcida tem direito de cobrar, mas o Santos precisa de mais ajuda”, afirmou o atacante Bruno Henrique, que, mesmo recém-chegado à equipe, tem exercido papel de liderança nos vestiários, conforme visto em vídeo na Santos TV.

O atacante, inclusive, poderá ajudar o Peixe nesta retomada da confiança com o torcedor. Ele será novamente opção para o lugar do meia Lucas Lima, que ainda não está recuperado de uma lesão no joelho esquerdo e será novamente ausência. Com isso, o atacante Vitor Bueno será deslocado para o setor de criação, enquanto Bruno Henrique atuará pela ponta direita.

Outro desfalque é o centroavante Ricardo Oliveira. Ele sofreu um corte profundo na vitória sobre o Botafogo-SP e ainda se queixa de dores no local. Preocupada, a Comissão Técnica decidiu poupar o atleta para a estreia na Libertadores. Dorival não confirmou o seu substituto, mas a tendência é que Kayke seja o titular no ataque. O centroavante Rodrigão briga por fora.

Em meio aos problemas, o Peixe terá uma boa novidade. O volante Renato, que foi ausência nas últimas cinco rodadas por conta de um estiramento na panturrilha direita, foi relacionado e deve entrar no lugar de Leandro Donizete, titular nos últimos jogos. Além do camisa 8, o Peixe poderá contar com Fabián Noguera e Matheus Oliveira, últimos inscritos para o torneio.

Atualmente, o Santos ocupa a terceira colocação do Grupo D, com 10 pontos, três a menos que o líder Mirassol e um atrás da Ponte Preta, segunda colocada. O Audax-SP é o último colocado, com sete pontos conquistados.

Em bom momento

Do lado corintiano, o clima é pra lá de positivo. Por mais que tenha sofrido diante do Brusque, na última quarta-feira, a equipe garantiu vaga à próxima fase da Copa do Brasil nas cobranças de pênalti e tem a melhor campanha do Campeonato Paulista neste início.

A principal novidade é a presença do meia Jadson, que entrou no decorrer da partida do meio de semana e desperdiçou pênalti importante. Ele entrará na vaga de Felipe Bastos. Recuperado de lesão, o meia Rodriguinho também pode ser opção na equipe titular.

O técnico Fábio Carille ainda deve promover outras duas mudanças entre os titulares. Cansados pelo fato de terem atuado desde o começo nos últimos quatro jogos, Léo Jaba e Kazim devem ceder suas vagas a Giovanni Augusto e Jô, respectivamente.

Com as mudanças na equipe, o Timão tenta abrir ainda mais vantagem na ponta do Grupo A. Atualmente, a equipe tem cinco pontos de vantagem em relação ao Botafogo-SP, que tem um jogo a mais. O Ituano é terceiro, com oito, enquanto o São Bernardo é o último, com seis.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS X SANTOS

Local: estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 04 de março de 2017, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Daniel Paulo Ziolli

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Jadson, Rodriguinho, Fellipe Bastos e Marlone (Giovanni Augusto); Jô
Técnico: Fábio Carille

SANTOS: Vladimir; Victor Ferraz, Cleber (Lucas Veríssimo), Yuri e Zeca; Renato, Thiago Maia e Vitor Bueno; Bruno Henrique, Copete e Kayke
Técnico: Dorival Júnior