Santos recebe Nacional (URU) no Pacaembu para sair da lanterna

O adversário desta quinta vem de empate em casa por 0 a 0 contra o Estudientes (ARG) na primeira rodada da competição

Comentar
Compartilhar
15 MAR 2018Por Folhapress16h01
Jair Ventura não divulgou a escalação que será adotada pelo Santos no PacaembuJair Ventura não divulgou a escalação que será adotada pelo Santos no PacaembuFoto: Divulgação/Santos FC

O Santos enfrenta o Nacional (URU) nesta quinta-feira (15), no Pacaembu, às 19h15 (com Fox Sports), com a missão de sair da incômoda última posição do Grupo 6 da Copa Libertadores.

Após estrear com derrota por 2 a 0 para o Real Garcilaso (PER), em Cusco, teoricamente a equipe mais fraca da chave, que também tem o Estudientes (ARG), o time alvinegro precisa vencer.

O adversário desta quinta vem de empate em casa por 0 a 0 contra os argentinos.

No entanto, os uruguaios, tricampeões do torneio (1971, 1980 e 1988), como o Santos, costumam incomodar as equipes brasileiras.

Vítimas recentes foram Corinthians e Palmeiras, ambos na Libertadores de 2016. A equipe corintiana foi eliminada nas oitavas de final, e o clube alviverde foi derrotado duas vezes na primeira fase e nem para o mata-mata foi.

Mesmo com Dodô, Jean Mota segue na lateral do Santos

Jair Ventura não divulgou a escalação que será adotada pelo Santos no Pacaembu. Os elogios do treinador, no entanto, levam a crer que o meia Jean Mota seguirá na lateral esquerda -mesmo com o recém-chegado Dodô, mais habituado à posição, à disposição.

"Falei que, quando precisasse de mim na lateral, ele poderia contar comigo. Pude ter uma sequência e acho que fiz bons jogos", afirmou o atleta de 24 anos.

"O Dodô fez bons jogos também. Ele tem que decidir. O elenco do Santos é muito bom, temos que brigar pelos espaços", acrescentou.

Seja qual for o time -que deverá ter Léo Cittadini, não Renato-, é improvável que ele encontre um Pacaembu cheio. Até a noite de quarta-feira, apenas 14.340 ingressos haviam sido vendidos.

A expectativa do clube é de um público na casa dos 25 mil espectadores. Os bilhetes serão comercializados até o término do primeiro tempo, no próprio estádio municipal da capital paulista.

Victor Ferraz brinca e diz que leva bronca em casa

Em fase final de recuperação de uma luxação no ombro direito, Victor Ferraz está em tratamento intensivo no CT Rei Pelé. Segundo ele, o período longe de casa tem gerado broncas.

"Eu conversei com a Vanessa, minha esposa, e ela me cobrou sobre eu estar no clube às 8h e chegar em casa só às 19h, todo dia", brincou o lateral direito.

Ferraz se machucou no dia 28 de janeiro e agora trabalha para retornar. É possível que ele seja utilizado por Jair Ventura ainda nesta semana.

"A expectativa é grande, a ansiedade bate forte. Estou louco para voltar e dar minha parcela de contribuição à equipe. Estou me esforçando", assegurou.

FICHA TÉCNICA

Santos
Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz, Jean Mota; Alison, Léo Cittadini, Vecchio; Eduardo Sasha, Gabigol, Rodrygo. T.: Jair Ventura

Nacional (URU)
Conde; Espino, Polenta, Corujo, Arismendi; Oliva, Romero, Zunino; De Pena, Viúdez, Fernández. T.: Alexander Medina

Estádio: Pacaembu, em São Paulo
Horário: 19h15 desta quinta-feira
Juiz: Ulises Mereles (PAR)