Santos perde para o Athletico-PR e vê briga por vice em aberto

No jogo que poderia definir o Peixe como vice-campeão brasileiro, quem levou a melhor foi o Furacão

Comentar
Compartilhar
04 DEZ 2019Por Folhapress21h39
O Santos de Soteldo levou a pior na Arena da BaixadaFoto: Ivan Storti/Santos FC

No jogo que poderia definir o Santos como vice-campeão brasileiro, quem levou a melhor foi o Athletico-PR. Na Arena da Baixada, em Curitiba, na noite desta quarta-feira (4), os donos da casa triunfaram por 1 a 0, com gol marcado por Marco Ruben.

Com o resultado, o time da Vila Belmiro ficou estacionado nos 71 pontos, três a mais do que o Palmeiras, que receberá o Goiás nesta quinta (5). Já o Athletico, com 63, assumiu provisoriamente a quarta colocação -o Grêmio, agora em quinto, ainda joga contra o Cruzeiro na rodada.

Brigar por um lugar melhor na tabela é o que restou para os dois times, já assegurados na fase de grupos da próxima Copa Libertadores.

Nesse cenário, em que o confronto perdeu importância, foi melhor o Athletico. O gol que definiu o placar saiu aos 2min do segundo tempo, em cabeceio de Ruben. Foi a despedida do argentino dos atleticanos, já que ele não permanecerá no clube em 2020 e o time não voltará a jogar em casa neste ano.

O Santos chegou a criar uma boa chance para empatar, mas Marinho errou o cabeceio. Aos 23min, o santista Luan Peres ainda tomou o segundo cartão amarelo, por falta em Rony, e tornou mais difícil a reação, que não foi mesmo possível.
No encerramento do Brasileiro, no próximo domingo (8), o Santos receberá o atual campeão, o Flamengo, enquanto o Athletico visitará o rebaixado Avaí.

FICHA TÉCNICA:

ATHLETICO-PR
Santos; Jonathan (Madson), Thiago Heleno, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Camacho, Wellington e Lucho González (Adriano); Marcelo Cirino (Bruno Guimarães), Rony e Marco Ruben. Técnico (interino): Eduardo Barros

SANTOS
Everson; Pará, Gustavo Henrique, Felipe Aguilar e Luan Peres; Alison (Felipe Jonatan), Pituca e Evandro (Sasha); Marinho, Soteldo e Jean Mota (Sánchez). Técnico: Jorge Sampaoli

Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)